Domingo, 22 de Setembro de 2019
Manaus

Produção de motocicletas no PIM teve queda de 4,7% em setembro

Foram produzidas 150.121 unidades, enquanto em agosto foram 157.477. Na comparação com setembro de 2012, a fabricação de motocicletas registrou alta de 14,6%, segundo dados da Abraciclo



1.jpg As vendas no varejo sofreram queda de 8,8%
09/10/2013 às 09:51

O setor de duas rodas instalados no Pólo Industrial de Manaus (PIM) fechou o mês de setembro com queda de 4,7% da sua produção em relação a agosto. Foram produzidas 150.121 unidades, enquanto em agosto foram 157.477. Na comparação com setembro de 2012, a fabricação de motocicletas registrou alta de 14,6%, segundo dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicleta, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) divulgados nessa terça-feira (8), no Salão de Duas Rodas, em São Paulo.

Segundo o presidente da entidade, Marcos Femanian, desde 2012 o setor passa por dificuldades devido à restrição de crédito, que afeta principalmente o segmento das motocicletas de baixa cilindrada – de até 150 cm³ –, que representam cerca de 85% das vendas. “Entretanto, mesmo com a crise vivida pelo setor, as montadoras investem na inovação de motocicletas, acompanhando as tendências mundiais no que se refere ao design, performance e segurança”, disse Femanian.

As vendas no atacado (fábricas para concessionárias) tiveram alta de 10,7%, totalizando 142.871 unidades ante 129.065 em agosto. Já as vendas no varejo sofreram queda de 8,8%. Com base nos licenciamentos registrados pelo Denatran, em setembro, foram 117.754 motocicletas emplacadas ante 129.065 de agosto.

Crédito

A Abraciclo divulgou ainda uma avaliação do crédito do setor, que aponta um recuo de 40% para 35% nas vendas financiadas entre os primeiros nove meses de 2012 e 2013, um crescimento de 35% para 37% nas vendas à vista e uma alta de 25% para 28% nos negócios via consórcios entre os mesmos períodos.

Para o final do ano, na opinião de Femanian, por conta da restrição de crédito e o atual cenário econômico, a produção de motos em 2013 deve fechar com uma queda de 4,7% ante 2012, de 1,69 milhão para 1,61 milhão de unidades.

As vendas do atacado devem cair 4% em 2013 para 1,56 milhão de unidades. No varejo, a queda pode ser de 6,6% nos emplacamentos. “Serão 107 mil motos a menos que em 2012”, disse o presidente da Abraciclo, que espera que haja uma melhora nos próximos meses por conta do 13° salário.

Agosto com resultado positivo

O segmento de bicicletas encerrou o mês de agosto com índices positivos, de acordo com balanço divulgado pela Abraciclo.

No mês, o volume produzido no PIM aumentou 5,1% em comparação ao mês anterior, totalizando 90.781 unidades fabricadas contra 86.388.

Em relação às vendas no atacado, a alta foi de 14,4%, passando de 77.625 unidades para 88.815.

Sobre agosto de 2012, quando foram produzidas 95.007 unidades, houve uma queda de 4,4% na fabricação de bicicletas (90.781). As vendas no atacado sofreram queda de 19,2%, de 109.977 unidades para 88.815.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.