Publicidade
Manaus
DENÚNCIAS

Professor acusado de assediar alunas na Ufam é substituído e responderá a processo

Nota emitida pela Faculdade de Informação e Comunicação afirma que docente foi afastado da disciplina para que investigações não prejudicassem o andamento das aulas 29/09/2018 às 16:47
Show clj180928 090720 0001 d40f9993 a6e5 48d7 b5dc 2d27f10f4a76
(Foto: Euzivaldo Queiroz)
acritica.com Manaus

A Faculdade de Informação e Comunicação (FIC) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) afirmou, em nota publicada em sua página do Facebook, neste sábado, que o professor acusado de assédio por alunas do curso de Jornalismo foi substituído. Ainda de acordo com a nota, o professor é alvo de um processo disciplinar na instituição.

A nota foi publicada um dia depois do caso vir à tona em  reportagem publicada pelo Portal A Crítica.  Quatro alunas do curso de comunicação relataram casos em que um professor de outro departamento as assediava.

Conforme a FIC, o professor acusado de assédio pelas alunas foi substituído por outro docente "para que as investigações não prejudicassem o andamento da disciplina". Em nota encaminhada à reportagem de A CRÍTICA, ele negou todas as acusações e disse lamentar a forma como foi interpretado.  

Na publicação, a FIC afirma repudiar "qualquer forma de assédio"  e diz ter "certeza que a comissão nomeada fará a apuração célere das responsabilidades de forma isenta e garantindo a todos os envolvidos os direitos e garantias previstas no ordenamento jurídico nacional e nas normas da UFAM".

Segundo a FIC, todo o "processo de recepção da denúncia, promoção de averiguação prévia e decisão da direção de abertura de processo disciplinar ocorreu em prazo menor do que o estipulado pela ouvidoria da UFAM".

Publicidade
Publicidade