Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2020
ESTUPRO

Professor é condenado a 20 anos de prisão por estuprar alunas em Manaus

Réu foi preso em flagrante em outubro do ano passado e vítimas tinham entre 8 e 9 anos de idade. Professor terá de pagar indenização para cada vítima



44_22664D96-C454-4145-A928-D24E906B3292.jpg Foto: Agência Brasil
19/02/2019 às 09:55

O Juízo da 2ª Vara Especializada em Crimes contra Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes da Comarca de Manaus condenou, nesta segunda (18), a 20 anos de prisão, em regime fechado, um professor da rede municipal de ensino acusado de estuprar três alunas, sendo uma de 8 anos e duas de 9 anos.

A sentença condenatória foi assinada e lançada no processo quatro meses e 18 dias após a prisão em flagrante do professor, ocorrida em 1º de outubro do ano passado. De acordo com o inquérito policial da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o réu foi preso em flagrante após abusar sexualmente de algumas das alunas da 3ª série do Ensino Fundamental. Além da condenação de 20 anos de reclusão em regime fechado, o professor terá de pagar uma indenização para cada vítima.



Ele vinha respondendo ao processo na condição de réu preso e exercerá o direito de recorrer da sentença na mesma condição.

O processo tramita sob segredo de Justiça.

*Com informações da assessoria de imprensa


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.