Publicidade
Manaus
PERDA

Professora de autoridades do AM, Ylsa Honório morre aos 99 anos em Manaus

Educadora faleceu na tarde desta sexta-feira (1) de causas naturais. Ministros e políticos foram alunos de Ylsa 01/12/2017 às 22:03
Show luiz carlos valois
Ylsa Honório e o neto, o juiz Luís Carlos Valois (Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

Faleceu nesta sexta-feira (1º) a professora Ylsa Vieira Honório, aos 99 anos. Segundo familiares, a morte foi por causas naturais. Ylsa, que chegou a lecionar para autoridades como o ministro Mauro Campbell e os políticos Manoel Ribeiro e o prefeito Artur Neto, deixa uma filha e quatro netos. O velório acontece na funerária Canaã, Centro de Manaus.

A morte ocorreu por volta das 17h. De acordo com o genro, o jurista Félix Valois Júnior, Ylsa era conhecida por ser uma professora da velha guarda. “Era uma daquelas professoras que não se vê hoje em dia”, disse ele.

A filha Ylsa Valois Coelho, informou que a mãe dava aula desde os 10 anos de idade e participou da formação de grandes personalidades do Amazonas. “Ela foi diretora de duas escolas no Amazonas, fez parte do grupo escolar Euclides da Cunha e Princesa Izabel, além de ter dado aulas pra Mauro Campbell, o ex-prefeito Manoel Ribeiro e o atual Artur Neto. Ela foi um exemplo para todos nós. O que eu sou e aprendi devo à ela”.

A professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Vânia Tadros, lamentou a morte de Ylsa e reconheceu a competência dela como professora. “Ela foi professora dos meus três filhos e dedicava-se a eles com tanta responsabilidade que ia nos colégios discutir com as professoras quando encontrava algum erro na correção das provas. Era um descanso para os pais e segurança para os filhos”.

O velório de Ylsa acontece na funerária Canaã. O sepultamento está marcado para as 16h de sábado (2) no cemitério São João Batista.

Publicidade
Publicidade