Publicidade
Manaus
Programa

Programa Primeira Infância Manauara é lançado nesta sexta-feira

O projeto será desenvolvido durante 3 anos no bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus, onde levará um atendimento e o cuidado mais contínuo para gestantes e crianças de 0 a 6 anos 01/07/2016 às 21:20
Show 01000
A iniciativa é do Ministério da Saúde (MS) e tem como objetivo diminuir a mortalidade infantil (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Isabelle Valois Manaus (AM)

O Programa Primeira Infância Manauara foi lançado na manhã desta sexta-feira (1). O projeto será desenvolvido durante 3 anos no bairro Mauazinho, Zona Leste de Manaus, onde levará um atendimento e o cuidado mais contínuo para gestantes e crianças de 0 a 6 anos. A iniciativa é do Ministério da Saúde (MS) e tem como objetivo diminuir a mortalidade infantil. Aqui na capital o programa envolve o trabalho das secretarias municipais destinado a Saúde, Educação e a Assistência Social.

Para dar o passo inicial os profissionais que trabalham diretamente com o público que participarão do programa, iniciam um processo de capacitação para que estejam aptos acompanhar e orientar cada família sobre a importância do processo do desenvolvimento infantil com ênfase na nutrição.

A coordenadora geral de saúde da criança e aleitamento materno do MS, Tereza de Lamare, veio à Manaus para participar do lançamento do projeto. Ela informou que a ideia do ministério é melhorar cada vez mais a qualidade de vida das crianças. “A ideia é unir as forças tanto da educação, o social e a saúde para que eles possam servir como orientação aos pais em todo o processo do desenvolvimento das crianças, para que tenhamos indivíduos preparados nos desafios que temos em nosso país”, explicou.

Conforme Lamare 23 municípios brasileiros receberam o programa, e foi observado a necessidade de manter esse acompanhamento contínuo. A ideia em Manaus é promover esse acompanhamento, por isso é considerado o projeto piloto do Brasil. “Manaus inicia esse processo, até por ter uma iniciativa desse acompanhamento, mas agora a ideia é um acompanhamento mais diário. Com esse estímulo e a melhoria da qualidade de vida, o projeto será encaminhado para os demais bairros, essa é a nossa finalidade”, disse.

Ao final da pesquisa o ministério irá traçar estratégias de saúde, educação e assistência social para que se possa ter uma visão com mais cuidado com as crianças do país. “O ser humano assim que ele nasce, precisa ser estimulado  em todas as dimensões para poder desenvolver a capacidade física, intelectual e poder está bem preparado para ser um aluno, ter criatividade e oportunidades no convívio social e na vida”, detalhou.

O Ministério da Saúde afirma que para desenvolver todo o programa é necessário o engajamentos dos poderes públicos estaduais e municipais como também da própria família.

Publicidade
Publicidade