Sábado, 14 de Dezembro de 2019
FESTA

Programação de festa 'junina' deste fim de semana na cidade conta com dez opções

Pela primeira vez, o Festival será realizado na Ponta Negra e contará com barracas de comida e show da Carrapicho



Capturar.JPG Quadrilhas, comidas típicas e animação vão dominar o fim de semana (Foto: Arquivo/AC)
04/08/2017 às 21:29

Julho terminou, mas os tradicionais festivais folclóricos nos bairros continuam. De acordo com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) às programações devem seguir até o último final de semana de agosto. Só neste sábado e domingo, 10 bairros de Manaus contam com uma recheada programação. Sem contar que ontem, foi dada abertura do 61º edição do Festival Folclórico do Amazonas, que pela primeira vez é realizado na anfiteatro da Ponta Negra, Zona Oeste.

De acordo com o diretor de cultura do Manauscult, Márcio Braz, há anos os festivais recebem apoio da fundação. Esse apoio vai desde a sonorização, iluminação, palco, tablado, entre outros. Toda ajuda parte das chamadas públicas e editais decorrentes durante o ano. 



Hoje, por exemplo, ocorre a 30ª edição do Festival Folclórico do Campo de Futebol o Hiléia, localizado na rua Raul Antony, bairro Redenção, Zona Centro-Oeste, o festival será realizado durantes os finais de semana de agosto com encerramento no dia 20. Outro festival com uma programação bem estendida é o da 9ª edição do Colônia Antônio Aleixo, este ocorre no campo do padeiro, rua Nova Esperança, no bairro que batiza o festival.

Além destes festivais, no conjunto Renato Souza Pinto 2, Zona Norte, será realizado a partir das 19h, a 21ª do Festival Folclórico da Comunidade Osvaldo Frota, neste caso o festival começou ontem, mas segue até amanhã e tem continuidade na próxima sexta, sábado e fechando no domingo.
 
Em Petrópolis, Zona Sul, o bairro recebe a 18ª edição do Festival Folclórico da Praça Furtado, com evento marcado para ter início às 19h na rua Raul Antony, o festival se encerra amanhã. Continuando pela Zona Sul da cidade, ontem hoje e amanhã e na próxima sexta, sábado e domingo é realizado o festival do São Francisco, na rua Walter Zuane, bem próximo ao posto de vistoria do Detran. Na rua Joaquim Ribeiro, no dia de hoje ocorre o festival folclórico dos fura olho, este inicia às 20h.

A Zona Oeste também entra no ritmo da festa. No bairro Lírio do Vale, até amanhã é realizado o festival folclórico do Grupo Unidos Lírio do Vale, com programação prevista para ter início às 16h até às 22h. Outra festa na Zona Oeste é o mini festival folclórico Anarriê na Goiânia, este com a programação até amanhã na rua Goiânia, esquina com a rua 11, comunidade Santa Bárbara, Redenção. 

Pra fechar a programação dos dez bairros, a rua Arara, bairro Cidade Nova, Zona Norte, ocorre o Arraial da Quadra do Núcleo 2. Por fim, a festa também chega a Zona Leste da cidade com o festival folclórico de rua do Las Vegas, na rua Santo Agostinho, Coroado 3.

Ponta Negra é o mais novo palco

Pela primeira vez, o Festival Folclórico do Amazonas será realizado na Ponta Negra, Zona Oeste, um dos principais cartões-postais da cidade, identificando-o como produto turístico regional. Trata-se do mais antigo Festival Folclórico da Região Norte e o maior em termos de grupos.

De acordo com o diretor de cultura da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Márcio Braz, além dos tradicionais festivais folclóricos de bairros, ontem começou o 61º  Festival Folclórico do Amazonas. Pela primeira vez o festival ocorre em um tablado montado no anfiteatro da Ponta Negra, Zona Oeste.

Serão 20 dias de festival, iniciando às 20h e finalizando a meia noite. “Serão 84 danças folclóricas que devem se apresentar nesta edição do festival. Sem contar com a participação das três cirandas de Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus). Além dessa programação, teremos também a participação da banda Carrapicho que irá realizar um passeio nas mais músicas do grupo, passando pelo forró, um potpouri das músicas destinados a ciranda e até o boi-bumbá”, disse Márcio.

Para agregar o lazer, 30 barracas com comidas típicas e com preços populares também estarão disponíveis na orla da Ponta Negra durante esta edição do festival. “Estamos juntando a história do folclórico do Amazonas com os espaços culturais de nossa cidade, agregando valores para ofertar a população uma boa opção de lazer e entretenimento familiar, todas as secretarias estaduais como municipais estão atuando em conjunto para ofertar o melhor para população”, completou.

Márcio garantiu que haverá ônibus todos os dias até a meia noite para incentivar ainda mais a população que queira prestigiar o festival. De acordo com o diretor, a Superintendência Municipal de Transporte Urbano (SMTU) estará atuando durante esses dias na Ponta Negra para que não falte transporte.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.