Sábado, 19 de Outubro de 2019
Manaus

Projeto que acelera julgamento de contas de gestores públicos será votado só em novembro no AM

A demora na votação da proposta acarretou a liberação de diversos políticos fichas sujas para concorrerem na eleição deste ano



1.gif Presidente do TCE-AM afirma que lentidão na aprovação do projeto garantiu o registro de candidatura de fichas sujas
13/09/2012 às 08:57

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), Ricardo Nicolau (PSD), afirmou nesta quarta-feira (12), que o projeto de lei que acelera o julgamento de contas de gestores públicos só será votado em novembro. A matéria, que está em andamento há 220 dias, precisa de ajustes, segundo o parlamentar. A demora na votação da proposta acarretou a liberação de diversos políticos fichas sujas para concorrerem na eleição deste ano, segundo crítica feita pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM), Érico Desterro.

A morosidade da ALE-AM na votação do projeto beneficiou ex-prefeitos e ex-presidentes de Câmaras Municipais, principalmente,  que tiveram as contas rejeitadas pelo TCE-AM, mas ainda assim poderão disputar as eleições, graças a recursos de pedido de revisão. (A Íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.