Sábado, 24 de Agosto de 2019
AV. DAS TORRES

Prolongamento da av. das Torres é liberado para tráfego de veículos em Manaus

O novo trecho começa na av. Timbiras, bairro Cidade Nova, passa pela av. Noel Nutels, pela rua S no conjunto Galielia e finaliza no Km 20 da AM-010



74899ef0-d216-4229-a9fc-bb15ddea721b_C5E67F4E-DEA5-4502-AA0F-4E9940C64C52.jpg Foto: Euzivaldo Queiroz
30/11/2018 às 12:01

O prolongamento da avenida das Torres foi entregue e liberado para tráfego de veículos nesta sexta-feira (30) em Manaus. A via, que demorou 12 anos para ser totalmente finalizada e agora interliga as zonas Centro-Sul e Norte de Manaus, começa na avenida Timbiras, no bairro Cidade Nova, Zona Norte, passa a avenida Noel Nutels, a rua S no conjunto Galielia, finaliza no Km 20 da AM-010, rodovia que liga Manaus a Itacoatiara.

No total, são 11,1 quilômetros de extensão do prolongamento, totalizando 17 quilômetros de toda a avenida das Torres. “Vai diminuir o tráfego na Torquato Tapajós, porém vai ser apertado para quem fica na Bola do Coroado”, comentou o taxista Josenildo Bandeira, de 43 anos, morador da comunidade Lago Azul, que fica no Km 2 da rodovia AM-010.

Outro motorista, que conheceu bem a demora de 12 anos na entrega total da obra, comemorou a finalização da via. “Há bastante tempo aguardávamos essa obra e saiu. Demorou, mas foi. Acredito que vai melhorar o trânsito na cidade e acesso principalmente para nós que moramos no Viver Melhor”, disse o agente de portaria Flaviano Moraes, de 38 anos.

Falta iluminação

Moradores da rua S, que dá acesso ao conjunto Galileia e por onde passa o prolongamento da av. das Torres, aproveitaram o momento para pedir iluminação no novo trecho. “Falta iluminação. Há inauguração, mas falta luz no poste. E também não tem sinalização”, reclamou José Arimatéia de 68, morador do conjunto Renato Souza Pinto.

“De um lado é Galieia e do outro é o conjunto. O que falta é iluminação nessa parte, por que aqui sofremos assalto”, completou o vigilante Marcelo Ranier, de 37 anos.

Custo da obra

A obra de prolongamento da av. das Torres ganhou impulso em outubro do ano passado, na gestão do governador Amazonino Mendes. “Nosso trabalho é de complementação de uma obra extraordinária, uma das maiores da cidade executada pelo Estado com os recursos federais, que foi idealizada lá atrás por outros governadores. O fato é que tivemos um mandato curto de um ano e conseguimos realizar essa obra que estava parada e as demais com valor de mais de 800 milhões. Em um ano, nós destravamos tudo praticamente e me sinto honrado”, comentou o governador.

O custo total desta segunda etapa da avenida das Torres foi de R$ 259,6 milhões, segundo a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), responsável pelas obras. A soma dos valores investidos nas duas etapas, por sua vez, totaliza R$ 307,8 milhões.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.