Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2019-03-22_at_16.24.27_55E16BE2-1591-411E-B9C7-47E9FF5F101D.jpeg
publicidade
publicidade

MOBILIZAÇÃO

Protesto contra a Reforma da Previdência reúne manifestantes no Centro de Manaus

Ato, que faz parte de agenda nacional, começou na Praça da Polícia e seguiu até a Matriz. Saúde e políticas latifundiárias também foram listadas dentre as insatisfações.


22/03/2019 às 16:27

Centenas de manifestantes se reuniram na tarde desta sexta-feira (22), no Centro de Manaus, para um protesto contra a reforma da Previdência. O ato, liderado por sindicais trabalhistas e movimentos sociais, faz parte de uma manifestação nacional contra as propostas de reforma.

A concentração da manifestação ocorreu na Praça da Polícia e seguiu para a Praça da Matriz, também no  Centro da cidade. A organização estimava receber, até o fim do ato, cerca de 5 mil pessoas, mas o ato acabou por volta das 16h30.

A presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Amazonas  (CTB), Isis Tavares afirma que as reformas são necessárias mas os trabalhadores precisam  ser ouvidos.

"Essa reforma não é boa para o trabalhador, principalmente para as mulheres. É mais tempo de trabalho, mais tempo de contribuição e uma aposentadoria menor. Acredito que tem que ter reforma, mas ouvindo os trabalhadores, ouvindo quem será mais prejudicado", avaliou.

A assistente social Jaiana Mourão reiterou a necessidade de discutir a Previdência. "Não somos nós que damos prejuízo aos cofres públicos, são os privilégios do judiciário brasileiro, os salários exorbitantes políticos e a má aplicação do dinheiro do contribuinte. Não apresentam propostas, não querem discutir, só querem que o pobre pague o dano", frisou.

Além de prostetarem contra a reforma da Previdência, saúde e políticas latifundiárias também foram listadas dentre as insatisfações.

"Somos contra o projeto Moro, que criminaliza os movimentos sociais. Nós temos direito de lutar, de reivindicar. Os criminosos são os grileiros, não a gente que luta por moradia", disse Júlio Ferraz, do Movimento de Lutas de Trabalhadores Independentes (MLTI).

publicidade
publicidade
Protesto de 300 presos é contido por GIP em unidade prisional em Manaus
Professores fazem protesto por data-base e são recebidos pelo vice-governador
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.