Publicidade
Manaus
congestionamento

Protesto contra a violência fecha a avenida Umberto Calderaro e deixa trânsito lento

O trânsito está parado e há uma barreira de pneus e pedaços de madeira em chamas feita pelos manifestantes 02/08/2016 às 18:18
Show sdfsdfsdfsdfsdf
acritica.com Manaus (AM)

Um protesto contra a morte de Carlos Eduardo Nascimento Normando, 23, fecha neste momento a avenida Umberto Calderaro (antiga rua Paraíba), nas proximidades do cruzamento com a avenida Ephigenio Salles, na Zona Centro-Sul de Manaus.

O trânsito está parado e há uma barreira de pneus e pedaços de madeira em chamas feita pelos manifestantes.

Morte

Na noite de domingo (31), o vendedor de cosméticos Carlos Eduardo Nascimento Normando foi assassinado com três tiros após reagir a um assalto na rua 2, Adrianópolis, Centro-Sul.

Segundo o irmão da vítima, Carlos Henrique, um homem em uma motocicleta foi o autor dos disparos. A vítima estava na companhia do irmão de 19 anos quando o suspeito anunciou o assalto.

O irmão relatou que o irmão mais novo correu e que Carlos Eduardo derrubou o suspeito da moto. Porém, o homem caiu e atirou na direção da vítima. O suspeito fugiu sem levar nada. O caso está registrado na DEHS.

Publicidade
Publicidade