Publicidade
Manaus
GREVE GERAL

Protesto contra reformas fecha trânsito e causa tensão na Bola da Suframa

Manifestantes chegaram a fechar todas as vias para o tráfego e polícia precisou intervir. Grupo protesta contra as reformas trabalhistas e da Previdência Social, propostas pelo Governo Federal 28/04/2017 às 08:20 - Atualizado em 28/04/2017 às 09:39
Show protesto
Protesto causou lentidão no local na manhã desta sexta-feira (28) (Foto: Danilo Alves)
Danilo Alves - TV A Crítica Manaus (AM)

Sindicalistas e representantes de movimentos sociais paralisaram o trânsito na Bola da Suframa, Zona Sul de Manaus, na manhã desta sexta-feira (28). Com carros de som e palavras de ordem, eles protestavam contra as reformas trabalhista e da Previdência Social, propostas pelo Governo Federal.

O ato faz parte de uma mobilização nacional e que também já acontece em outros pontos de Manaus. No Centro da cidade, os ônibus estão paralisados e o Terminal 1, da Avenida Constantino Nery, está com o acesso fechado.

No início da mobilização, houve confusão entre policiais e manifestantes quando os manifestantes fecharam todas as vias e não deixavam os veículos passarem. Policiais militares que estavam no local chegaram a dizer que, se preciso fosse, usariam da força para liberar a via, mas não chegou a haver confronto.

O presidente da Força Sindical no Amazonas, Vicente Filizola, reforçou o protesto contra reformas que, segundo ele, "massacram os trabalhadores".

"Nós não aceitamos que nossa CLT possa ser rasgada como fizeram na última quarta-feira no Congresso Nacional", afirmou ele, em referência à aprovação da Reforma Trabalhista.

Os deputados do Amazonas que votaram a favor da Reforma também foram alvo dos manifestantes na Bola da Suframa. Eles carregavam cartazes com as fotos de Átila Lima, Alfredo Nascimento, Arthur Bisneto, Silas Câmara e Pauderney Avelino, que votaram com o Governo Federal na matéria.  "Vamos colocar outdoor com o nome deles", afirmou o secretário de mobilização da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Berenicio Lima.

Publicidade
Publicidade