Terça-feira, 27 de Outubro de 2020
Manaus

Provocações marcam o último debate

Em 50 minutos, divididos em três blocos, os candidatos discutiram várias propostas, entre elas esgoto, porto, idosos e lei de responsabilidade fiscal.



1.jpg Candidatos a prefeitura de Manaus se enfrantam durante último debate
27/10/2012 às 10:41

Há apenas dois dias da eleição, os prefeituráveis Vanessa Grazziotin (PCdoB) e Artur Virgilio Neto (PSDB) se enfrentaram pela última vez, no debate realizado, nesta sexta-feira (26), pela Rede Amazônica. Em 50 minutos, divididos em três blocos, os candidatos discutiram várias propostas, entre elas esgoto, porto, idosos e lei de responsabilidade fiscal, mas as provocações não ficaram de fora.

Mais uma vez foi discutido o apoio do atual prefeito Amazonino Mendes, aos prefeituráveis, em uma pergunta sobre proposta para idosos. Grazziotin, novamente, afirmou que tal apoio refere-se ao candidato do PSDB. “Mais uma vez quer jogar o apoio nos meus ombros”, declarou a candidata. Já Artur, respondeu dizendo que existem “candidatos que insistem em vestir uma capa de esquerda”.



Outro ponto de discussão foram projetos para a área portuária de Manaus, que até então não haviam sido pouco discutido. Artur propôs medidas para “virar a cidade de frente para o rio”. Vanessa não satisfeita com a resposta relembrou que o porto foi privatizado há mais de 10 anos. E que agora “a família Di Carli está devolvendo ao governo federal”, e lembrou que a família em questão é apoiadora da candidatura de Artur.

O terceiro bloco foi composto de quatro rodadas de perguntas. Entre elas o Mindu, indígenas e a Santa Casa de Misericórdia. Esta última foi originada de uma pergunta de Vanessa Grazziotin sobre a absorção da proposta de Serafim Corrêa, que  apoiou o candidato tucano no segundo turno.  “Com muita honra que aceitei propostas deles (apoiadores), juntadas com a minhas propostas, tornaram a candidatura mais densa”, declarou Artur.

Vanessa atacou dizendo que “Quando teve a oportunidade de ajudar a Santa Casa não fez. Fez uma emenda parlamentar a Santa Casa de São Paulo de 100 mil reais”.  “Não vou dar confiança. Isso não merece direito de resposta. Já está em um estado de perturbação”, declarou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.