Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
1.png
publicidade
publicidade

Quadrilha facebook

Quadrilha organizava assaltos via Facebook

Um dos bandidos foi reconhecido pela vítima, quando passeava em shopping center de Manaus


22/04/2013 às 07:17

O delegado titular da Delegacia Especializada em Furto de Veículos (DEFV), Jaime Ferreira, localizada na avenida Nilton Lins, bairro Flores, Zona Centro-Sul, desarticulou uma quadrilha de ladrões de carros que já vinha agindo em Manaus havia mais de seis meses. O bando é formado por mais de quatro pessoas que se comunicavam  pelo Facebook  e postavam as ações que faziam e os planos para novos assaltos.

Segundo o delegado, a maioria dos veículos roubados pelo bando era enviada para outros estados. Até o final da semana passada, o delegado já tinha prendido um dos acusados, identificado como Kaíke de Souza Alves, 19. Ele ainda procurava pelo suposto líder da quadrilha, o ex-presidiário identificado como “Júnior”, morador do bairro Novo Aleixo, Zona leste da cidade. “Os demais integrantes já estão identificados e podem ser presos a qualquer hora”, disse o delegado.

Jaime Ferreira afirmou que Kaike foi preso na tarde de terça-feira no shopping Grande Circular, na Zona Leste, ao ser reconhecido por um funcionário  de uma loja onde foi fazer compras, como sendo  um dos assaltantes que no dia 10 de abril deste ano tomou de assalto o veículo Corolla  de placas OAJ – 6785. O assalto aconteceu na rua 4 do mesmo bairro. Kaike foi levado para a DEFV e ao ser interrogado confessou o crime. Ele disse que foi convidado por “Júnior” para fazer o assalto com a promessa de que receberia R$ 500. Como estava sem dinheiro, ele diz ter decidido aceitar participar do crime. Kaike contou ainda que eles saíram pela rua e encontraram um casal namorando dentro do Corolla, com a porta aberta.

Os criminosos fizeram a abordagem usando um revólver calibre 38 obrigaram o dono do automóvel a entregar a chave do carro. “Júnior”, de acordo com o membro do grupo que já está preso, pegou a direção do Corolla e ambos fugiram levando a vítima. No caminho, a vítima falou que o carro era  rastreado por meio de GPS. Com  medo de serem abordados pela polícia,  os ladrões abandonaram o carro no estacionamento do Sesi, no bairro Coroado.

Kaike também disse em depoimento à polícia que chegou a receber os R$ 500 prometidos pelo serviço, mas sustentou que “Júnior” nunca mais falou com ele, e também que não sabe informar  o paradeiro do Corolla. O delegado disse que até o final da semana passada o veículo não tinha sido localizado. Há suspeita que o mesmo já tenha sido transferido para outro Estado.

Na última sexta-feira (19), a família de “Júnior” disse que ele já tem passagem pela polícia e que está com paradeiro desconhecido O delegado disse que as investigações continuam e que assim que todos forem identificados ele vai representar pela prisão preventiva.

publicidade
publicidade
Bolsonaro e Paulo Guedes se contradizem ao falar sobre Zona Franca de Manaus
Celebrações religiosas marcam Sexta-feira da Paixão na Catedral de Manaus
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.