Quarta-feira, 24 de Julho de 2019
Qualidade de vida

Conheça áreas degradadas da capital darão lugar a parques públicos

Os ‘Parques da Juventude’ são voltados para a melhoria da qualidade de vida dos moradores do Águas Claras



fgdfgddfhdfh.JPG Os Parques da Juventude têm como finalidade aproximar a população e fazer com que cuidem das áreas protegidas (Fotos: Antônio Menezes)
25/05/2016 às 15:54

Duas áreas verdes degradadas e que poderiam ser alvo de invasão, no loteamento Nascentes das Águas Claras, bairro Novo Aleixo, Zona Norte, se transformaram em dois Parques da Juventude voltados para a melhoria da qualidade de vida dos moradores. Os espaços, que serão inaugurados no próximo dia 31, às 19h, ganharam equipamentos de recreação e lazer e têm como finalidade aproximar a população e fazer com que cuidem das áreas protegidas. 

Para a dona de casa Alessandra Lopes Brito, 23, os parques trarão muitos benefícios aos moradores do loteamento que antes não contavam com nenhuma área de lazer e diversão. Conforme ela, anteriormente, os dois locais eram uma área muito feia e perigosa. “Graças a Deus limparam tudo e fizeram essas praças com áreas verdes e equipamentos para as crianças brincarem e os adultos se exercitarem”, comentou.

A comerciante Rafaela Monik dos Santos da Silva, 23, disse que achou ótimo ter um Parque da Juventude no loteamento onde mora, visto que agora não terá que ir muito longe para se divertir com a família. “A gente sempre ia numa praça na avenida das Torres, mas ficava distante. Agora não, como é perto de casa dá para fazer caminhada e levar minha filha para se divertir quase todos os dias”, revelou. 

O operador de máquina Evandro Pereira de Souza, 46, mora bem na frente do Parque da Juventude II. Conforme ele, todas as vezes quando puder vai fazer uso do espaço assim como todos os moradores e espera que o local seja preservado. “Isso era só um matagal, ficou muito bonito depois da intervenção, agora temos que mantê-lo preservado”, frisou.

Os dois Parques da Juventude ficam situados na avenida Raimundo Salgado (antiga Arterial) e devem beneficiar diretamente mais de 7,6 mil pessoas que residem no Nascentes das Águas Claras, além dos moradores de loteamentos adjacentes como Parque das Garças e Novo Aleixo. Os espaços são dotados de playground, academia ao ar livre, campo de futebol de areia, mesas para jogos, mais de 800 metros quadrados de pista de caminhada e iluminação de LED.

Além dos equipamentos, as áreas passaram também por recuperação vegetal, com o plantio de 306 árvores e mais de duas mil mudas ornamentais, e da infraestrutura do entorno. O custo total do projeto foi de R$ 800 mil e foi financiado por meio de compensação ambiental celebrada entre a Vara Especializada em Meio Ambiente e Questões Agrárias (Vemaqa) e a 49ª Promotoria de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) com a empresa Mac Empreendimentos.

Desejo antigo dos moradores

O projeto dos dois Parques da Juventude nas áreas do loteamento Nascentes das Águas Claras foi financiado por meio de compensação ambiental, tendo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) como beneficiária na qualidade de gestora das áreas verdes do município e a comunidade auxiliando no processo de proteção dos espaços. 

De acordo com o titular da Semmas, Itamar de Oliveira Mar, a revitalização das áreas era um desejo antigo dos moradores do loteamento Nascentes das Águas Claras. “Nossa intervenção nessas áreas verdes foi fundamental para garantir a proteção desses dois espaços, tendo em vista o risco iminente de ocupação a que estavam vulneráveis”, afirmou. 

Conforme ele, ambas as áreas se encontravam bastante degradadas e ganharam maciços verdes formados a partir do plantio adensado de espécies florestais e frutíferas, além do paisagismo e da arborização para o sombreamento dos passeios públicos. “Os maciços com árvores de diferentes espécies ficaram localizados nas partes internas dos dois parques. Com isso, as áreas verdes voltam a cumprir o papel de contribuir para a manutenção da qualidade ambiental da cidade”, disse. 

Ele enfatizou que a realização de um diagnóstico socioambiental precedeu a implantação do projeto nas duas áreas verdes. “Nosso objetivo foi identificar as expectativas dos moradores em relação às áreas verdes do loteamento e verificar o grau de envolvimento da comunidade com a proteção dos espaços”, explicou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Segunda área a receber  medida

O loteamento Nascentes das Águas Claras é o segundo a receber as intervenções no sentido de dotar áreas verdes de parques da juventude. O primeiro foi o loteamento Campo Dourado, na Zona Norte da capital.

Mais um parque

No próximo dia 1º de junho,  o prefeito Arthur Neto fará o lançamento das obras de implantação de mais um Parque da Juventude. O espaço será na área verde do Conjunto Castelo Branco 2, no Parque Dez, Zona Centro-Sul. A área fica situada na rua 51 e possui 11.700 metros quadrados. Os recursos para a sua implantação também serão oriundos de compensação ambiental.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.