Publicidade
Manaus
ZONA CENTRO-OESTE

Quarteto é preso suspeito de arrombar unidade do Banco do Brasil em Manaus

Dois deles foram identificados como Erirkley Vasconcelos Caldeira e Samuel Pereira Cabral e foram capturados dentro do forro de um restaurante desativado 18/06/2018 às 18:41
Show dupla 123
Dois do quarteto que foram identificados. Foto: Jander Robson
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Quatro homens, dois deles ainda sem identificação, foram presos nesta segunda-feira (18) por suspeita de arrombamento e tentativa de furto no Banco do Brasil, localizado na avenida Desembargador João Machado, bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. Dois deles foram identificados como Erirkley Vasconcelos Caldeira e Samuel Pereira Cabral e foram capturados durante a madrugada. 

De acordo com o tenente Mateus Fróes, da 10ª Companhia Interativa Comunitária, os suspeitos sem identificação foram capturados no forro de um restaurante desativado, que fica próximo ao banco e que foi o local usado pelos criminosos para ter acesso à agência. Os demais foram presos dentro do imóvel. Segundo o policial, o arrombamento ocorreu por volta das 1h30, mas, após denúncia de moradores, dois foram presos ainda no local e dois fugiram.

“Eles ficaram no forro toda a madrugada e manhã, se escondendo e os moradores ouviram barulhos, fomos acionados e os achamos depois de muita procura”, explicou. Segundo o PM, os criminosos já tinham furado uma parede, quando a polícia chegou. Eles fizeram primeiro um buraco, usaram mantas metálicas para inibir o acionamento do alarme e um dos criminosos usou um celular para verificar o interior do banco.

“Eles fizeram um buraco, colocaram a manta para o infravermelho do alarme não disparar, tanto que funcionou, e depois um deles colocou a mão no buraco e com um celular filmou o interior do banco. Então eles fizeram outro buraco, mas foi nesse momento que os moradores ouviram barulhos e acionaram a PM. Então várias viaturas foram ao local e dois deles foram presos ainda no local com vários objetos e estes dois fugiram e se esconderam”, explicou.

Há a suspeita de que outro suspeito tenha conseguido fugir com um carro modelo Onix usado para dar apoio ao restante do grupo. Segundo o tenente, dois deles falaram que foram contratados apenas para abrir os buracos e que outra equipe seria a responsável por entrar na agência e realizar o furto. “Eles falam isso, mas acredito que não. Eles mesmos iriam cometer o crime”, analisou o oficial da Polícia Militar.

A reportagem conseguiu foto de apenas dois criminosos, que até o fechamento desta matéria não tinham sido identificados. Segundo o delegado Danilo Bacarin, titular do 10º Distrito Integrado de Polícia, o quarteto será autuado em flagrante por tentativa de furto qualificado e encaminhado na terça-feira para uma audiência de custódia. Com eles foram apreendidos picaretas, mantas e materiais usados no arrombamento. Tudo foi recolhido pela polícia.

Publicidade
Publicidade