Publicidade
Manaus
INVESTIGAÇÃO

Quatro homens são presos com drogas avaliadas em R$ 80 mil no Mauazinho

Segundo investigações da Polícia Civil, o entorpecente seria distribuído em bocas de fumo de Manaus 16/07/2018 às 17:27
Show drogas
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Quatro homens foram presos nesta segunda-feira (16) por envolvimento com o tráfico de drogas no bairro Mauazinho, Zona Sul. Eles foram identificados como Adenias Terêncio da Silva, 44, Antônio Gonçalves Ferreira, 44, Francisco das chagas Alves de Souza, 59, e Eromildo da Silva Santos, 40. O grupo estava em posse de 15 quilos de maconha do tipo skunk. A droga está avaliada em R$ 80 mil, segundo a Polícia Civil.

O material ilícito estava em residência localizada na rua da Paz. Os investigadores da Polícia Civil estavam monitorando o caso e montaram campana desde as primeiras horas da manhã. Por volta das 10h45, o motorista de lotação Adenias, 44, e o comerciário Antônio, 44, chegaram em um Fiat Palio de placa JXH-3085 e pegaram os tabletes de drogas das mãos do ajudante de pedreiro Francisco, 59, e do autônomo Eromildo da Silva Santos, 40.

Francisco das Chagas e Adenias Terêncio já respondem processo por tráfico de drogas. Segundo as investigações, Francisco buscou os entorpecentes em Coari, na semana passada, e trouxe domingo (15), de barco, e planejava a distribuição em bocas de fumo de Manaus.

“Eles trabalhavam em conjunto e não é a primeira vez que fazem esse tipo de serviço. Agora o resultado foi positivo. O Adenias já usava o carro dele para transportar o material do porto até o Mauazinho, na casa do Francisco. Deslocamos equipes para o porto e para o local de destino das drogas. A equipe da secretaria de inteligência, com apoio de policiais do departamento de narcóticos, conseguiu lograr êxito”, disse o delegado Ivo Martins, diretor de Inteligência da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai).

A ação da Seai, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil, faz parte da Operação Banzeiro. A quadrilha será indiciada, em flagrante, por tráfico e associação para o tráfico.

Publicidade
Publicidade