Domingo, 28 de Novembro de 2021
Em Manaus

Quatro toneladas de peixe serão comercializadas na Feira do Pirarucu, que realizada neste fim de semana

Evento é organizado Fundação Amazônia Sustentável (FAS) e ocorrerá na Rua Álvaro Braga, 351, bairro Parque 10



DIVULGACAO_FAS__6__8D3431A6-7509-47A1-8AD9-F4CB170BF9B5.jpeg Foto: Divulgação / FAS
05/11/2021 às 12:58

Será realizada no sábado (6) e domingo (8) a Feira do Pirarucu, que ocorrerá na sede da Fundação Amazônia Sustentável (FAS), localizada na Rua Álvaro Braga, 351, bairro Parque 10. Ao todo, mais de quatro toneladas de peixe serão comercializadas.

O evento é organizado pela FAS, em parceria com a Associação de Moradores e Usuários da RDS Mamirauá Antônio Martins (Amurmam). A Feira deve seguir todos os protocolos de prevenção à Covid-19. Os preços do peixe serão: manta por R$ 18/kg, filé por R$ 25/kg, ventrecha por R$ 14/kg e carcaça a R$ 6/kg.

Esta é uma oportunidade do público comprar direto, sem atravessadores, dos pescadores que atuam nas ações de manejo sustentável, realizadas em comunidades da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá, localizada a 674 quilômetros de Manaus.  O pirarucu foi manejado por 16 famílias da comunidade Mapurilândia e receberam assessoria técnica da Amurmam. 

O gerente do Programa Floresta em Pé da FAS, Edvaldo Côrrea, explica que a Feira do Pirarucu é extremamente importante para continuar os projetos de manejo sustentável, respeitando uma série de procedimentos relacionados à organização comunitária, vigilância ambiental, às regras de uso dos recursos, realização de levantamento dos estoques, entre outros.

“O manejo do pirarucu traz grandes benefícios para o ecossistema, porque ajuda a conservar a espécie e gera maior produtividade. Para as comunidades, gera renda e emprego, capacitações aos pescadores e investimento em locais de uso coletivo, agregando maior capital social às comunidades”, disse Edvaldo.

Segurança alimentar

Os peixes vendidos na feira são oriundos da RDS Mamirauá, que não está na faixa territorial de incidência dos casos de rabdomiólise no Amazonas. Todos os protocolos de manuseio e armazenamento correto do peixe, da pesca ao transporte, foram seguidos.

A venda do pirarucu pela FAS tem autorização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Amazonas (Sema), com apoio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.