Terça-feira, 21 de Setembro de 2021
MOMENTO HISTÓRICO

Quebra de recorde da cheia vira 'atração turística' no Centro de Manaus

Nível do rio Negro chegou a 29,97 metros e igualou maior cheia da história, de 2012. Fato fez com que manauaras deixassem suas casas para registrar o acontecimento na manhã desse domingo (30)



7b25c959-d511-4c49-9c9c-ee754fd5c517_DDD3379C-B75B-4191-8A46-D5E635E824FD.jpg A assistente social Paula Suellen Melo, 37, foi ao porto de Manaus junto do pequeno Samuel,  de oito anos, para testemunhar o momento histórico. Foto: Gilson Mello
30/05/2021 às 10:34

Moradores de Manaus saíram de casa para registrar a cheia história de 2021, no Centro da cidade, na manhã deste domingo (30). Francisco das Chagas, 82, que acompanha o fenômeno desde 1953, não deixou a oportunidade passar de testemunhar mais um recorde da natureza. “Manaus, em 53, ainda era considerada um porto de lenha. Me sinto feliz de acompanhar tantos momentos históricos”, disse. 

Francisco afirmou, ainda, que também se felicitou devido aos auxílios públicos que moradores passaram a ganhar, no decorrer dos anos. “No meu tempo, quando morava no interior, ninguém tinha esses auxílios que a prefeitura e o estado dão”. 




Francisco das Chagas também acompanhou outras cheias históricas em Manaus. Foto: Gilson Mello

Ele considera que Manaus está lidando melhor com as cheias, no transcorrer das décadas. “Tem aquela poesia bonita que diz assim: o Brasil está no melhor lugar do mundo e Manaus está no melhor lugar do Brasil”, disse. 

Alguns moradores da cidade estão acompanhando os recordes de cheias há anos. É o caso da engenheira civil e professora universitária Rosiney Bastos, 53, que saiu de casa com o marido e filho, na manhã de hoje, para registrar uma nova peça de uma sequência de fotos cronológicas das enchentes do estado. 

“Registramos a de 2009, quando meu filho tinha oito meses e hoje estamos tirando novas fotos. Queremos mostrar a linha do tempo, dele com aquela idade e de hoje, com 14 anos”, contou. 

A assistente social Paula Suellen Melo, 37, foi ao porto de Manaus junto do pequeno Samuel,  de oito anos, para testemunhar o momento histórico. Ela afirmou que enxerga despreparo do poder público da cidade no tocante a planos de antecipação às cheias.


Nível do rio bateu os 29,97 metros de 2012 na manhã de hoje (30). Foto: Gilson Mello

“Acho legal a comoção das pessoas, mas também me sinto preocupada. Também sou moradora do interior e tenho casa no Careiro da Várzea. Lá, a água está invadindo as residências. Acho que medidas deveriam ter sido tomadas antes, não quando as águas já estivessem entrando nas casas de ribeirinhos e pessoas que moram em ‘palafitas’”, disse.

Subida crescente 

Segundo o prefeito David Almeida, que anunciou a equiparação da cheia de 2021 à de 2012 em uma coletiva de imprensa realizada no Porto de Manaus, no Centro da cidade, na manhã de hoje, o rio continua subindo. “Espero que ele pare de fazê-lo. Se hoje atestamos a igualdade da marca, certamente iremos ultrapassá-la, porém espero que o rio pare de subir para podermos voltar ao normal na nossa cidade”, disse. 

O prefeito citou os bairros São Jorge e Educandos, ao falar dos que foram fortemente atingidos pela cheia na cidade. Ele afirmou, ainda, que a prefeitura entregará auxílios na terça-feira (1°). “Estaremos pagando o auxílio aluguel de R$ 300 e o auxílio-enchente de R$ 200”.


David Almeida esteve presente no Porto de Manaus, na manhã de hoje (30). Foto: Gilson Mello

A autoridade pública comentou, ainda, sobre o fato de o Centro de Manaus ter se tornado uma atração turística em decorrência das mudanças visuais provocadas pela cheia. “Passei pela Eduardo Ribeiro e vi uma quantidade enorme de famílias; as pessoas vem de jet ski, de lancha”, afirmou.

O prefeito disse, também, que o poder público está se preparando para os efeitos subsequentes à enchente e citou a leptospirose dentro desse contexto.

News 6bf8d194 12ee 4a6c 8ab8 29658d0c6750 e69fe602 b00d 41db b967 4526a2cde395
Repórter de A Crítica
Jornalista graduado no Centro Universitário do Norte (UniNorte), que busca trazer um pouco de storytelling a todos os aspectos da vida, principalmente aos textos que levam sua assinatura.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.