Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Trânsito

Cai número de mortes em acidentes no trânsito nos primeiros meses de 2016

Foram registradas no Amazonas, entre janeiro e abril de 2015, 110 vítimas fatais envolvidas em acidentes de trânsito. No mesmo período de 2016, foram 99 vítimas no Estado, redução de 10%



Capturar.PNG Nessa quarta-feira (25), o Detran-AM realizou uma blitz educativa na esquina da avenida Getúlio Vargas com Sete de Setembro, no Centro (Foto: Antônio Menezes)
25/05/2016 às 20:14

Entre janeiro e abril de 2015, foram registradas no Amazonas, 110 vítimas fatais envolvidas em acidentes de trânsito. No mesmo período de 2016, foram 99 vítimas no Estado, redução de 10% no comparativo entre as duas datas. Em igual intervalo de tempo no ano passado, foram 3.162 vítimas lesionadas, esse ano, o número caiu para 2.732, diminuição de 13,5%. Os dados são do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

Para o diretor-presidente do órgão, Leonel Feitoza, a presença dos agentes coibindo a embriaguez ao volante já começa a refletir na redução do número de acidentes. “Embora a situação ainda seja preocupante, porque diariamente flagramos motoristas dirigindo alcoolizados, em alta velocidade, colocando em risco a própria vida e de outros, observamos que está em curso, uma mudança de comportamento por parte de motoristas e pedestres”, avaliou.

Ontem pela manhã, o Detran-AM realizou uma blitz educativa na esquina da avenida Getúlio Vargas com Sete de Setembro, no Centro. Durante a ação, que faz parte da programação do Maio Amarelo, foram distribuídos folders, cartilhas, lixeirinhas, adesivos e outros produtos promocionais da campanha. O movimento, que acontece no Brasil e em outros 23 países do mundo, esse ano ensina motoristas e pedestres, que segurança no trânsito, é uma questão de atitude.

Durante todo este mês, o órgão está realizando ações educativas nas ruas e avenidas, escolas, órgãos públicos, entidades e instituições parceiras, conscientizando sobre as boas praticas que podem contribuir para a redução de acidentes e para um trânsito seguro em qualquer situação. “Além das blitz educativas o Detran-AM também realiza, diariamente, fiscalização da Lei Seca,  em várias zonas da cidade”, ressaltou Leonel Feitoza.

Além do Detran-AM, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), também está realizando diversas ações dentro da programação da campanha Maio Amarelo. De acordo com balanço parcial do órgão, divulgado ontem, desde o último dia 2, foram realizadas 27 atividades de educação para o trânsito, entre palestras, dinâmicas nas escolas, panfletagens e orientações a condutores nas vias.

Nesse mesmo período, o setor Operacional do instituto também realizou 20 operações para garantir a calçada para o pedestre; 15 operações “Velocidade Segura” nos principais corredores viários; 55 operações “Respeito à Faixa”, em frente às escolas, postos de saúde e em polos geradores de travessia de pedestres. 

Saib mais

O Movimento Maio Amarelo acontece no Brasil e em outros países, coordenado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a prática de boas ações na via pública, principalmente o respeito à legislação de trânsito. A campanha conta com a participação de 23 países e mais de 30 mil apoiadores, além do engajamento de 700 organizações nacionais e estrangeiras.

Transversalizando o Trânsito​ 

Mais de 60 unidades escolares da rede pública municipal participarão da Mostra ‘Transversalizando o Trânsito: A reeducação no trânsito em parceria com a escola’, que está sendo realizada esse mês pelo Manaustrans. Ontem, a mostra ocorreu na Escola Municipal Prof°. Raimundo Almeida Lúcio, na comunidade Rio Piorini, bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte. 

Durante o evento, são expostos trabalhos de mais de 34 mil alunos, que confeccionaram produtos com material reciclável com a temática trânsito, como jogos de memória, quebra-cabeça, tabuleiros, dentre outros. A mostra acontece, neste mês, em adesão à Campanha ‘Maio Amarelo’, que visa alertar a população sobre os cuidados no trânsito.

Para o professor de educação física Reinaldo Costa, 34, é sempre muito bom quando os órgãos de trânsito se unem para intensificar as ações educativas, visto que elas contribuem para a conscientização tanto de motoristas quanto de pedestres. “O trânsito de Manaus anda muito violento e as pessoas tem que entender que são responsáveis por isso. Essas ações nos mostram que podemos mudar essa realidade, pois somos responsáveis por ela”, observou.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.