Publicidade
Manaus
Leite Humano

Semana do Aleitamento Materno 2016 registra aumento de doações em Manaus

Campanha começou na última segunda-feira (1º) e se encerrará no sábado (6), com um ‘Mamaço’, no Largo São Sebastião, no Centro, às 16h30 03/08/2016 às 21:43 - Atualizado em 04/08/2016 às 21:01
Show banco de leite
Banco de Leite Humano (BLH) Fesinha Anzoategui recebeu 20 litros nos primeiros dois dias da Semana Mundial de Aleitamento Materno (Euzivaldo Queiroz)
Silane Souza Manaus (AM)

A Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) 2016, que se encerra no próximo sábado (6), tem elevado a conscientização das pessoas em Manaus, onde o número de doações de leite humano aumentou desde o começo da campanha, no dia 1º deste mês. O Banco de Leite Humano (BLH) Fesinha Anzoategui, vinculado ao Instituto da Mulher Dona Lindu e um dos mais importantes do Estado, recebeu 20 litros nos primeiros dois dias da ação.

A coordenadora do BLH, Tânia Ramires, comemorou e disse que as doações sempre atendem a demanda, mas há uma necessidade constante para que o estoque seja mantido. “É por isso que promovemos campanhas de motivação e estímulo com as mães e a sociedade para que o nosso estoque não venha a diminuir essa produção porque os receptores são crianças que estão internadas dentro de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal de maternidades e hospitais”, lembrou.

De acordo com a coordenadora estadual de Saúde da Criança, Katherine Benevides, o leite materno é um alimento completo, que contém vitaminas, minerais, gorduras, açúcares e proteínas, ingredientes necessários para o desenvolvimento do bebê. “Somente o leite materno tem substâncias que protegem a criança contra doenças como diarréia – que pode causar desidratação, desnutrição e morte –, pneumonias, infecções de ouvido, alergias, dentre outras”, frisou.

Conforme ela, o Estado tem três bancos de leite humano e 22 postos de coleta, sendo 18 na capital e quatro no interior – Tabatinga, Manicoré, Itacoatiara e Borba –, e ainda tem mês que não dar conta de atender toda a demanda. “Tem mês que a procura por leite humano aumenta por causa disso precisamos de tantas campanhas que incentive a doação, pois tem muitas mães que não sabem que podem doar. Isso é muito importante porque elas estão doando vinda”, observou.

A programação da Semana Mundial de Aleitamento Materno, promovida pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), começou na última segunda-feira e encerra no sábado, com um ‘Mamaço’ (evento em que as mães estarão amamentando simultaneamente), no Largo São Sebastião, no Centro, às 16h30. Durante toda a semana, as maternidades do Estado e os Centros de Atenção às Crianças (CAICs) estão desenvolvendo ações voltadas à promoção, estímulo e apoio ao aleitamento materno.

Número

11.628 crianças foram beneficiadas no ano passado com leite humano coletado nos postos da Susam. Ao todo, foram processados 3 mil litros de leite. Este ano, de janeiro a junho, foram coletados 963 litros de leite, que beneficiaram, principalmente, crianças internadas nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) dos hospitais do Amazonas.

Personagem

Querolin Natasha Góes, 24, universitária

"Decidi doar leite humano quando descobri que ele seria para alimentar as crianças que nasceram prematuras e estavam internadas na UTI. Comecei a doar quando meu filho Samuel estava com três meses de nascido, isso em 17 de março de 2015, e continuo doando até hoje. Nesse período já doei 30 litros e 100 ml de leite para o Banco de Leite Humano Fesinha Anzoategui. Faço a coleta semanalmente e todos os sábados vão buscar em casa. Logo no início doava 14 vidros de 350 ml, hoje só consigo coletar quatro de 300 ml, mas mesmo assim continuo fazendo a doação porque sei o quanto é importante. Eu fico muito feliz em saber que eu escolhi doar amor para essas crianças e me sinto privilegiadas de poder ser uma das mães que colabora com esse ato de amor e solidariedade. Espero que eu possa sensibilizar outras mulheres a tornar doadoras também".

Seis anos

O Banco de Leite Humano (BLH) Fesinha Anzoategui completou seis anos de funcionamento ontem comemorando a marca de captação de 3.995 litros de leite, que beneficiaram, até julho deste ano, 18.727 crianças. A programação de aniversário, que faz parte das atividades da Semana Mundial de Aleitamento Materno, iniciou às 9h, no Instituto Dona Lindu, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul.

O ponto alto foi à homenagem às mães doadoras, dentre elas, a universitária Querolin Natasha Goes, 24, que tem um filho de 1 ano e oito meses de idade e, desde que o bebê nasceu, já doou 30 litros e 100 ml de leite para o Fesinha Anzoategui. Ainda teve um culto ecumênico e homenagem também mães albergadas. O banco, que tem sete postos de coleta a ele vinculados, tem uma atuação que vai além da captação e doação de leite.

A coordenadora do BLH Fesinha Anzoategui, Tânia Ramires, explicou que o local oferece orientação com nutricionista. “O ideal é que pelo menos até os seis meses de idade, as crianças se alimentem exclusivamente com o leite materno. Nossa equipe orienta com relação à alimentação complementar, após esse período, e também dá suporte às mães, para que possam voltar ao peso normal depois do parto”, afirmou.

Contatos

Banco de Leite Humano do Amazonas

Disk Amamentação: (92) 3647-4234

Banco de Leite Humano Fesinha Anzoategui

Disk Amamentação: (92) 3643-8146

Banco de Leite Humano Galiléia

Disk Amamentação: (92) 3643-5523

Publicidade
Publicidade