Quinta-feira, 27 de Junho de 2019
SOLIDARIEDADE

‘Rainha do Arrocha’ no AM pede ajuda para se tratar de insuficiência renal e faz 'vaquinha'

Cantora Kayza Marques precisa realizar um transplante de rins e fazer tratamento para um problema na retina. Ela não enxerga do lado esquerdo e consegue ver apenas 35% do direito, tudo por conta do agravamento da diabetes



cantora_299BA82F-B231-46A5-98BC-E9F32CA63E4F.JPG Foto: Divulgação
27/02/2019 às 19:12

A “Rainha do Arrocha” como ela mesma se denomina, a cantora amazonense Kayza Marques tem travado uma batalha contra insuficiência renal crônica, descoberta em 2017. Ela precisa realiza um transplante de rins e o tratamento de um problema na retina – que adquiriu devido ao diabetes que possui há oito anos. Para conseguir recursos financeiros para se tratar, ela montou uma “vaquinha” na Internet para arrecadar a quantia de R$ 70 mil, o que custearia as despesas de viagem e todo o tratamento. Para ajudar basta clicar aqui.

“O tratamento seria em Curitiba porque aqui em Manaus se torna duas vezes mais caro do que fora. Se eu tiver condições de me mudar para Curitiba, Fortaleza ou São Paulo, dependendo do que conseguir, vou procurar uma melhora de vida e me tratar das doenças. Fizemos um balanço e acreditamos que R$ 70 mil seria o suficiente para nos manter até por que não vou conseguir com a venda dos meus CDs lá”, contou.

Kayza não enxerga do lado esquerdo e consegue ver apenas 35% do direito, tudo por conta do agravamento da diabetes. Atualmente, ela também tem dificuldades na locomoção o que faz com que ela utilize cadeira de rodas ou andador, e tem introduzido em seu pescoço, um cateter. Com a venda de CDs e shows que ainda realiza, ela consegue arcar o tratamento de hemodiálise que acontece três vezes na semana.

“Hoje, preciso demais de um oftalmologista, cardiologistas, ginecologista. Estou me virando e não consigo esses médicos. Tudo isso me afeta muito. A minha alimentação é outra e até a água que eu bebo precisa de todo o cuidado. Para fazer a hemodiálise, eu tenho que pegar um Uber todas as vezes por que eu não ando”,  afirmou ainda.

Segundo Kayza, os problemas de saúde não afetaram a sua voz. Ela continua realizando shows pela cidade, mas na cadeira de rodas. “As casas noturnas é que não me chamam mais, porém nos restaurantes e em almoços, eu consigo cantar pelo menos por duas horas e lá, vendo CDs. Apesar desse cateter que tenho no pescoço, a minha voz continua a mesma”.

Para ajudar Kayza Marques, bastar acessar a “vaquinha” online. Lá o interessado pode contribuir com qualquer valor. “Faço um apelo para as pessoas que me conhecem, para quem não me conhece, aos fãs e amigos para que contribuam. Meu sonho é ir ao programa do Raul Gil contar minha história, tenho certeza que ele também me ajudaria e, aparecendo, muitas pessoas também me ajudariam. Por enquanto, as pessoas têm compartilhando e só tenho que agradecer”, finalizou.

Kayza Marques tem 48 anos e canta desde os 8 anos de idade. Ela tem nove CDs na bagagem artística sendo quatro deles autorais e três coletâneas, também gravou dois DVDs. A vaquinha colaborativa está no site: http://vaka.me/482955 e ela disponibilizou os números para contato: (92) 99167-1250 e (92) 99213-4152.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.