Quarta-feira, 20 de Outubro de 2021
Decisão unânime

Reajuste salarial de servidores da CMM é aprovado pelos vereadores de Manaus

O valor da revisão de 5,19% foi pedido pelos servidores de carreira da CMM e aprovado, por unanimidade, pelos vereadores



share_big_CMM_-_PLENARIO_ROBERVALDO_ROCHA__8___1__E6471E31-6C29-4D2D-9129-75B53A9A7BB9.jpg Foto: Reprodução/Internet
15/09/2021 às 14:47

A revisão salarial dos servidores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) foi aprovada, por unanimidade, pelos vereadores da Casa durante a sessão plenária desta quarta-feira (15). O valor da revisão de 5,19% foi pedido pelos servidores de carreira da CMM, como uma forma de reposição salarial.

“O projeto pretende apenas garantir a reposição salarial dos servidores da CMM, que é prevista pela Constituição Federal, com a aplicação da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ”, disse o vereador Wallace Oliveira (PROS), que presidiu a sessão plenária. 



O reajuste foi proposto pelo Projeto de Lei nº 397/2021 e contou com a manifestação de apoio de diversos vereadores da Casa. O vereador Amon Mandel disse que a aprovação do reajuste salarial dos servidores demorou e muito para ser votada.

“Um equívoco foi o fato dessa pauta do reajuste dos servidores ter sido atrasada devido a um desconforto gerado na casa porque há também uma defasagem dos servidores da prefeitura. E alguns secretários não querem fazer essa atualização. Então, ali, percebi que houve, sim, algum tipo de interferência que gerou um desconforto pelo executivo. Eles questionaram vão atualizar os salários dos servidores do legislativo e não do executivo? Eu acho que isso foi um equívoco, que isso tinha que ter sido um pouco mais célere, mas eu parabenizo a todos pelo apoio aos servidores de nossa casa”, disse o vereador. 

A vereadora professora Jaqueline (Pode) disse que o reajuste dos servidores da CMM deveria servir como um gatilho para que sejam realizados os reajustes de servidores de outras instituições. “ Somos acolhidos por eles. E eles precisam de um incentivo financeiro. E se a casa pode, tem que dar para quem trabalha. E aqui eles trabalham muito. Que isso sirva de exemplo para outras casas fazerem o mesmo. E para atender outros servidores públicos como Educação, saúde, polícias, garis. Que isso aqui seja um gatilho para que venha para outras categorias”, disse a vereadora. 

Apesar de ausente, o presidente da casa, vereador David Reis (Avante) foi citado pela promulgação publicada no Diário Oficial estendendo os efeitos de revisão desde de 1º de janeiro de 2021, possibilitando o pagamento retroativo dos servidores. 

O vereador Fransuá (Partido Verde) disse que o presidente da Casa poderia congelar esse projeto, "mas ele assumiu a responsabilidade e teve uma participação importantíssima”, disse. 

O vereador Eduardo Assis também se manifestou a favor do reajuste. “Conheço aqui servidores de 20 anos de carreira. E posso dizer que essa legislatura tem um compromisso com a população em geral, mas também com vocês que são membros dessa casa”, disse.

A vereadora Yomara Lins (PRTB) parabenizou os servidores pela dedicação e serviços prestados à CMM. “Precisamos valorizar, sim, aqueles que vem cedo para cá, trabalha e se dedica”, ressaltou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.