Sábado, 06 de Junho de 2020
sem nota fiscal

Receita Federal apreende 551 cartelas de azitromicina em Manaus

Medicamentos tinham como endereçado um destinatário morador de um bairro da Zona Leste de Manaus



azi_5A749463-E424-480E-A1CB-913C2F1963F8.jpg Foto: Divulgação
05/05/2020 às 17:58

O Serviço de Vigilância e Repressão ao Combate ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP), da Receita Federal,  apreendeu nesta terça-feira (5) 551 cartelas de comprimidos do antibiótico azitromicina di-hidratada, que não contavam com nota fiscal de venda e prescrição médica. A operação ocorreu no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios.

Cada cartela conta com 3 comprimidos do antibiótico endereçado para destinatário residente em bairro localizado na Zona Leste de Manaus. O medicamento ganhou maior exposição após algumas publicações destacarem, sem fortes indícios, que o remédio pode auxiliar no combate ao coronavírus (Covid-19).



O azitromicina di-hidratada é indicado em infecções causadas por organismos suscetíveis e em infecções do trato respiratório inferior incluindo bronquite e pneumonia. Os medicamentos apreendidos foram entregues à Polícia Civil.

A Receita Federal do Brasil permanece, mesmo durante a pandemia de Covid-19, realizando normalmente suas ações de combate ao contrabando e descaminho na cidade de Manaus.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.