Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020
LEMBRANÇAS

Recordar é viver: o dia que Manaus tremeu de frio

Página 'Manaus de Antigamente' resgatou capa histórica do Jornal A Crítica e nós trazemos para você detalhes sobre o dia mais frio desde 1902 na capital amazonense



WhatsApp_Image_2020-08-19_at_16.59.42_4753A409-1BFD-443E-9B86-BD7FA8042796.jpeg
19/08/2020 às 17:04

Em meio aos dias de absurdo calor em Manaus, com temperaturas acima dos 35 graus praticamente todos os dias, a página do Instagram ‘Manaus de Antigamente’ resgatou uma imagem da capa do Jornal A Crítica de 19 de julho de 1975, com a seguinte manchete: ‘Manaus treme de frio’. 

A reportagem, histórica, conta os detalhes do dia mais frio da história de Manaus desde 1902: os termômetros marcavam 17,8 graus celsius - algo inimaginável para os dias de hoje. O meteorologista Padre Bruno, ouvido na matéria, afirma que o frio foi proveniente do mar das Caraibas - como era mais conhecido na época o tradicional Caribe. 



Na matéria, há relatos de pessoas que saíram às ruas pela manhã com até três camisas de manga comprida e também de uma queda na circulação de veículos de 40%. Mas, como tudo que é bom dura pouco, depois do meio-dia daquele 19 de julho, o frio já havia passado. À tarde, a temperatura máxima foi de agradáveis 27 graus. 

Confira, abaixo, imagens da matéria:


 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.