Publicidade
Manaus
Segurança pública

Projeto ‘Rede de Vizinhos Protegidos’ promove interação entre população e polícia

A iniciativa implementada pela Polícia Militar no conjunto Jardim de Versalles, bairro Planalto, já apresenta resultados significativos para a comunidade 23/05/2016 às 09:12
Show morador
Morador do conjunto, Fávio Cavalcante relatou que crimes reduziram 50% após a implantação do projeto pela polícia / Foto: Márcio Silva
Silane Souza Manaus (AM)

Eles estão sempre em alerta. Observam atentamente a movimentação da rua onde moram e a qualquer ação suspeita entram em contato com a 17ª Companhia Interativa Comunitária, que prontamente atende a ocorrência. Estamos falando dos moradores do conjunto Jardim de Versalles, bairro Planalto, Zona Centro-Oeste, que fazem parte da “Rede de Vizinhos Protegidos”, projeto implementado no conjunto em agosto do ano passado, pela Polícia Militar (PM).

De acordo com o morador do conjunto Flávio Cavalcante, 60, cada rua tem um representante. Eles se comunicam entre si e com os policiais da área por meio de grupos no aplicativo WhatsApp. Além disso, em praticamente todas as casas há uma placa fixada com o número da 17ª Cicom, o que facilita ainda mais a comunicação com a polícia. “Tínhamos uma estatística alta de ocorrências policiais, com o projeto ela caiu quase 50%. Hoje tudo é monitorado pelos moradores”, declarou.

O ex-presidente do Jardim de Versalles, José Mário Romano, contou que, no início da implantação do projeto, poucas pessoas participavam das reuniões, mas hoje a maioria dos moradores abraçou a causa e os resultados são visíveis. “Ainda é um programa embrionário, mas já vemos muitos resultados. Na rua onde moro, desde novembro passado não acontece nenhum tipo de ocorrência e sempre tinha tentativa de invasão de casa pelos bandidos”, disse.

Para a autônoma Vanessa Pereira Maia, 30, a “Rede de Vizinhos Protegidos” aproxima a polícia da população e faz com que muitas ocorrências sejam evitadas em razão dessa parceria. “A gente percebe que hoje em dia ainda há aquele pensamento de que a polícia é intocável, que o cidadão civil não pode dialogar com policiais, o que é errado e até arcaico. A polícia tem que ser parceira porque nós sabemos coisas que muitas vezes ela não sabe”, frisou.

Interação

Conforme ela, o projeto também estreita a relação de toda a vizinhança, uma vez que ninguém se preocupa só com a sua casa, mas também com a do vizinho. “O projeto ensina você a proteger o seu vizinho e vice-versa. Agora há um envolvimento muito forte, passamos a conhecer todos os nossos vizinhos e não deixamos nenhum desamparado. Com isso, é possível identificar qualquer ação suspeita, acionar a polícia e evitar a ocorrência”, afirmou.

No último sábado (21), policiais da 17ª Cicom se reuniram com os moradores para apresentar os resultados do projeto e ouvir sugestões sobre a segurança na região. O encontro ocorreu pela manhã, na igreja católica Nossa Senhora Mãe de Deus e da Amazônia, na rua 24.

Expansão para outras localidades

Em breve outras localidades de Manaus devem ser contempladas com a implantação do projeto “Rede de Vizinhos Protegidos”, informou  o tenente da 17ª Cicom, André Proença.  “A ‘Rede’ já foi apresentada ao comandante da instituição (Polícia Militar), que deve determinar que ela seja expandida para toda a cidade por conta de seus resultados positivos”, disse Proença.

Para ele, este é um projeto que traz a essência da polícia comunitária, pois chama a comunidade para junto com os órgãos públicos atuarem em prol da segurança pública. “Nós buscamos despertar uma consciência solidária dos moradores e incentivá-los a ter uma postura mais ativa em relação ao combate à criminalidade”, afirmou.

Ainda segundo ele, a implementação do projeto no conjunto Jardim de Versalles está na fase final, e a sensação de segurança da população aumentou de forma muito significativa, assim como a incidência de crimes diminuiu. “A partir do momento que a população começa a ter uma postura mais ativa, isso gera um ambiente de  tranquilidade”, destacou, ressaltando a importância do envolvimento da população para a segurança pública.

Projeto piloto

O projeto ‘Rede de Vizinhos Protegidos’ foi criado em 2004, em Belo Horizonte (MG), e implementado em Manaus em agosto de 2015. O conjunto Jardim de Versalles foi escolhido para receber o projeto piloto por ser uma área isolada e de atuação dos policiais da 17ª Cicom, que fizeram um curso de capacitação na capital mineira.

Publicidade
Publicidade