Terça-feira, 22 de Outubro de 2019
POLÍTICA

Rede, PSC e PRTB anunciam aliança com Wilson Lima candidato ao Governo

Anúncio ocorreu na manhã desta sexta-feira (27). Coligação promete apresentar uma "nova forma de fazer política"



coligacao.JPG Carlos Almeida, Wilson Lima e Luiz Castro formam coligação para concorrer às eleições (Foto: Jair Araújo)
27/07/2018 às 11:55

O Partido Social Cristão (PSC), o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) e a Rede Sustentabilidade anunciaram uma coligação para disputar as eleições em 2018. O jornalista Wilson Lima será candidato ao Governo do Estado, tendo como vice o defensor público Carlos Almeida Filho. O deputado estadual Luiz Castro disputará uma vaga ao Senado. As candidaturas devem ser oficializadas em convenção neste sábado (28). 

O anúncio da aliança ocorreu na manhã desta sexta-feira (27) em coletiva de imprensa. É a primeira vez que Wilson Lima concorrerá às eleições. Em 2016, ele chegou a ser apontado como vice do então candidato à prefeitura, Marcelo Ramos (PR), mas desistiu da chapa afirmando que o partido havia “tomado um rumo que não estava de acordo com seus ideais e pensamentos”.



Questionado se recebeu convite para integrar outras chapas, Wilson declarou que recebeu “muitas cantadas”, porém decidiu seguir no projeto de uma “nova forma de fazer política”. “Muita gente me ofereceu muita coisa, muita estrutura... Mas a gente sempre deixou muito claro o que a gente queria e quer fazer. A gente decidiu caminhar nesse projeto e vai continuar caminhando”, disse.

Grandes caciques e 'família'

O jornalista comentou sobre as dificuldades de concorrer com grandes caciques da política, embora ele surja bem colocado em pesquisas de opinião para candidatos ao governo. “Vamos ter muita dificuldade. São grupos econômicos com políticos fortíssimos, mas nada disso fará a gente recuar. A gente veio disposto e comprometido a mudar a política e história do Amazonas”, declarou.

Wilson minimizou os problemas que teve com Marcelo Ramos em 2016, quando uma chapa foi anunciada para concorrer à Prefeitura de Manaus. Ele disse que os dois têm uma relação “cordial”. O candidato também falou sobre o valor da “família” dentro do PSC, partido conhecido pela bancada evangélica na política.  Ele declarou que, caso eleito, vai governar para todos.

“Uma pessoa pública tem que governar pra todo mundo. O indivíduo tem que ser respeitado, independente de opção sexual. A gente entende que família é homem e mulher, mas uma composição da família é diferente”, disse.

Na opinião do defensor público, Carlos Almeida mais de 80% da população do Amazonas é formada por pessoas carentes e “precisam de um olhar diferenciado de quem vai se assentar na cadeira de governador”.

O candidato ao Senado e uma das lideranças da Rede no Amazonas, Luiz Castro, comemorou a coligação entre os três partidos e disse que o acordo entre eles se deu entre os trabalhos executados por cada um. “Vamos trazer uma nova forma de governar o Estado, uma nova maneira de fazer política sintonizada com a população, tendo como convergência o bem comum”.

*Colaborou o repórter Náis Campos


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.