Publicidade
Manaus
Manaus

Rede pública de ensino inicia as férias escolares no dia 13 de dezembro, em Manaus

Os alunos que forem aprovados sem passar pelas provas de recuperação deverão concluir o ano letivo de 2014 no dia 12 de dezembro 21/11/2014 às 08:58
Show 1
EstPara quem passar de ano sem recuperação, as férias começam dia 13 de dezembro
Cynthia Blink Manaus (AM)

Para os estudantes da rede pública de ensino que concluíram os estudos com sucesso, o dia 13 de dezembro marcará o começo das férias escolares. Já os que precisam passar pela recuperação deverão frequentar a escola na semana do dia 15 até o dia 18 de dezembro e o conselho de classe, este ano, está marcado para acontecer do dia 19 até 22 de dezembro.

Somente no ano de 2015 será possível conhecer os números de repetentes, abandonos e aprovados de 2014, de acordo com as secretarias estadual e municipal de Educação.

Vale lembrar que o ano de 2013 foi o que apresentou as menores taxas de repetentes e abandonos, quando comparado com os quatro anos anteriores (desde 2009), além das maiores taxas de aprovação, tanto no ensino fundamental quanto no ensino médio, de acordo com os dados fornecidos pela assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Matrículas

Sobre o período de matrículas para o ano letivo de 2015, a assessoria de comunicação da Seduc informou que o calendário já está definido, mas apenas poderá ser publicado depois da entrevista coletiva que acontece todo final de ano.

A secretária de Educação adjunta da capital, Nazaré Vicentim, lembrou aos pais e resposnáveis pelos estudantes que a rematrícula de alunos que já fazem parte do sistema é automática e confirmada na entrega do último boletim do ano letivo. “A rematrícula é automática, o responsável pelo aluno vai até a escola buscar o boletim do último bimestre e apenas avisa se o aluno vai continuar (não é necessário fornecer nenhum documento). Em janeiro, fazemos as matrículas dos alunos reorganizados (que mudam de escola), as transferências da rede particular para a pública e a matrícula dos novos alunos”, esclareceu.

Publicidade
Publicidade