Publicidade
Manaus
Manaus

Redução de IPI sobre extratos de açaí e guaraná vai alavancar a geração de emprego e renda no interior do Estado, diz Marco Rotta

O decreto, assinado pela presidente Dilma Roussef, além de beneficiar a produção de extratos concentrados para elaboração de refrigerantes que contenham guaraná e açaí, também reduz em 25% o IPI dos extratos concentrados de frutas para a produção de refrigerantes 22/05/2013 às 16:26
Show 1
A medida deve estimular o cultivo de matérias-primas, além de garantir investimentos na melhoria da produção
acritica.com Manaus

Com a redução em 50% da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre extratos de açaí e guaraná, o deputado estadual Marcos Rotta (PMDB) afirmou que o Amazonas ganhará um novo incremento na geração de emprego e renda, principalmente no interior do Estado.

O decreto, assinado pela presidente Dilma Roussef, além de beneficiar a produção de extratos concentrados para elaboração de refrigerantes que contenham guaraná e açaí, também reduz em 25% o IPI dos extratos concentrados de frutas para a produção de refrigerantes.

Segundo Rotta, o benefício é uma luta antiga e uma causa sempre defendida pelo senador Eduardo Braga (PMDB) e a publicação do decreto é um reconhecimento do governo Federal da cultura tradicional e vocacional desenvolvida no Amazonas.     

“Com mais esse incentivo, tenho certeza de que a produção de açaí e guaraná no interior será incrementada, desencadeando a geração de mais emprego e renda no interior do Estado. Essa política do governo federal mostra que o senador Eduardo Braga fala e age com conhecimento de causa, uma vez que, desde 2003 ainda como governador do Amazonas e por meio de programas de sustentabilidade, fomentou a produção de matérias-primas nos municípios amazonenses”, ressaltou o parlamantar.

Rotta lembrou ainda que, para garantir uma matéria-prima regional de qualidade, Braga também contratou uma empresa terceirizada para melhorar a genética do açaí produzido no Estado. “Com isso, o produto regional se tornou mais competitivo no mercado nacional e internacional, fomentando toda a cadeia produtiva desta matéria-prima”, comentou.  

Na avaliação do líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), a medida vai estimular o cultivo de matérias-primas, além de garantir investimentos na melhoria da produção. “Milhares de famílias amazonenses, que trabalham no cultivo de açaí e guaraná, serão beneficiadas com essa medida”, disse.

Rotta destacou também a atuação do governador Omar Aziz na construção de uma política econômica voltada para a geração de emprego e renda no interior. “Louva-se o posicionamento firme do governador Omar Aziz que cobrou das multinacionais instaladas no Polo Industrial de Manaus a utilização de matérias-primas regionais. Isso fez que com uma grande empresa anunciasse a produção de bebida elaborada com açaí, o que deverá alavancar ainda mais esse setor”, afirmou o parlamentar.  

 

Publicidade
Publicidade