Publicidade
Manaus
BANDIDOS

Reféns são liberados e quadrilha é presa pela polícia após assalto na av. Grande Circular

Um bandido foi preso e quatro foram baleados. As vítimas chegaram a ser usadas como escudo humano durante a fuga 13/10/2018 às 16:36 - Atualizado em 13/10/2018 às 18:03
Show 381cb07e 7b58 4820 8b7f d825317c64f2 d65874cf 97b5 4ed2 a405 58f4eadbb495
Refém abraçando familiar após ser liberada (Foto: Junio Matos)
Vinicius Leal e Silane Souza Manaus (AM)

As vítimas que foram feitas reféns durante assalto a casa lotérica na avenida Grande Circular, em Manaus, na tarde deste sábado (13), e usadas como escudo humano, foram finalmente liberadas. Os membros da quadrilha responsável pelo crime foram presos pela polícia e três deles foram baleados. Não há informação sobre reféns feridos.

Tudo começou por volta das 13h30. O grupo que estava encapuzado e armado com fuzis invadiu a loteria e fez reféns funcionários e clientes do local. Parte das vítimas foi liberada e cerca de dez pessoas foi mantida refém até ser usada como escudo humano na hora da fuga. Os bandidos exigiam droga para consumo próprio e um veículo.

De acordo com a polícia, no momento da fuga os bandidos, protegidos pelo escudo humano, seguiram andando pela av. Grande Circular até subirem a rua Rio Carauari. Em seguida, eles dobraram na rua Rio Amazonas e, depois, entraram na rua Corupá, que é sem saída. A polícia, que estava no encalço deles, conseguiu atirar e balear três assaltantes. Todos foram imobilizados e presos.

As vítimas foram salvas e, emocionadas, abraçaram familiares que estavam no local. Peritos criminais do Instituto de Criminalística entraram na loteria para fazer a perícia. Uma coletiva de imprensa na sede do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Aleixo, foi convocada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Publicidade
Publicidade