Publicidade
Manaus
Sem crise

Negócios vão na contra mão do modismo e se mantêm em evidência

Empresários contam suas estratégias para manter os negócios em pleno vapor diante da concorrência e do modismo. 28/08/2016 às 10:30 - Atualizado em 28/08/2016 às 16:15
Show gusta   2
Gusta + transformou as paleterias em gelatos. (Foto: Evandro Seixas)
Rebeca Mota Manaus (AM)

Depois da “febre” dos temakis, paleterias, cupcakes e hambúrgueres artesanais na linha gourmet, hoje, a moda acabou, a temperatura caiu, o dinheiro reduziu e segmentos que estavam no auge em 2015 investem em maneiras de fidelizar os clientes e inovar o produto.

O proprietário da Gusta+, Gustavo Picanço transformou as paletas em gelatos, especialidade dos italianos a base de itens frescos e com menos ingredientes incorporados. Além disso, o empresário investiu em milk shakes à moda antiga e em uma nova linha de picolés.“Eu considero as paletas como a moda mais rápida, porém, nós inovamos e não perdemos o foco e isso está satisfazendo o nosso faturamento”, ressalta Picanço.
 

O proprietário Bruno Diniz, 24, da paleteria Hermanos Paleteros, com o objetivo de manter o negócio investiu nos fornecimentos para outros estabelecimentos. São mais de 50 freezers espalhados pelos supermercados, restaurantes e drogarias.

“O faturamento está melhor, pois o foco dos antigos concorrentes são os gelatos e nós continuamos sendo as paleterias, com isso temos poucos concorrentes e, assim, o faturamento está cada vez melhor”, destaca Diniz.

O negócio surgiu na época em que Bruno estava num período de crise, onde foi para Goiânia e lá descobriu as paleterias. Gostaram da ideia e trouxeram para Manaus, hoje atuamos em Manaus em ano e oito meses com 10 sabores diferentes. E a forma de manter o negócio é fazer a distribuição.

Na onda dos hambúrgueres artesanais, a Garagem Burger, apostou em uma tamanho grande para atrair os clientes, além de incluir as promoções todos os dias com o nome de uma carro. De segunda a quinta com o preço de R$ 21, mas com o desconto da semana fica por R$ 15. Os hambúrgues têm nomes de carros e os cachorros quentes de motos. Além de incluirmos o delivery para proporcionar conforto aos clientes.

“Eu e meu esposo deixamos de lado a carreira acadêmica para dedicarmos ao nosso espaço e as ideias que acrescentamos no empreendimento está surtindo efeito” conta Gabrieli.

A Eighty’s Burguer & Beer, a começar pelo nome e todo o espaço decorado  é inspiração do proprietário Jean Fabrízio, pela cultura dos anos 80. Capas de vinis da época, como Women and Children First, do Van Halen, e Strangeways Here We Come, do The Smiths, enfeitam as paredes do térreo, enquanto o cardápio traz desenhos com referências pop, caso dos jogos Pacman e Pula Pirata. 
Para fazer o diferencial, o proprietário Jean Fabrízio apostou em opções mais saudáveis, com selo do Programa Alimentos Seguros (PAS). “Nós investimos no material para não ter fritura e nem gordura e é mais saudável e seguro”, enfatiza.

Pegando carona no crescente consumo do público masculino, barbearias ressurgem com serviço de bar e entretenimento

Os homens brasileiros se preocupam cada vez mais com a aparência física e os cuidados estéticos, com isso a moda da barba acabou desenvolvendo um serviço que estava quase em extinção: as barbearias. Mas a tendência não é só fazer barbas, ao contrário, são salões especializados em cortes, químicas, barba, tratamentos estéticos e até entretenimento.

De acordo com a Associação Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), a venda de xampus, sabonetes, produtos de barbear e cremes destinados ao público masculino aumentou no Brasil nos últimos anos.

Em 2015, mesmo com a crise econômica nacional, esse segmento de mercado cresceu 2,4%. De 2008 a 2014, cresceu mais de 100%, quando movimentava aproximadamente R$ 2,3 bilhões e saltou R$ 4,5 bilhões.

A barbearia El Barbero investiu na credibilidade do serviço, qualificando os profissionais. O  proprietário Saulo Dantas colocou no sistema o cartão fidelidade, que o cliente realizando sete serviços no mês ganha um a mais. 

“Estou em busca sempre de qualificar e reciclar meus profissionais, com palestras e cursos. Por exemplo, veio um profissional da Barberia Old School auxiliar meus funcionários”, diz Saulo.

A barberia é tematizada num clima totalmente masculino com estúdio de tatuagem, bar, sala de jogos e uma loja da cultura custom (meia, camisa e boné), além da cultura tradicional.

Já a Barbearia Mr. Karol atua 24 anos na cidade no estilo europeu e agora resolveu abrir um novo espaço no Vieralves. “A maioria das barbearias resolveram fazer o estilo Vintage, nós inovamos mais ainda com o espaço de clube para bandas tocarem”, enfatiza Karol. A inauguração será  na próxima sexta-feira.

Publicidade
Publicidade