Domingo, 21 de Julho de 2019
Manaus

Relação incestuosa em Manaus leva pai à prisão

O ferreiro foi preso na tarde do sábado (6), ele mantinha relação sexual com as filhas de 12 e 17 anos. Com a mais velha ele teve dois filhos, os atos aconteciam há aproximadamente 4 anos. Em outro caso, um pastor evangélico, foi denunciado por aliciar uma criança de 8 anos



1.jpg Os dois casos foram registrados na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca)
08/07/2013 às 11:56

Um ferreiro de 40 anos foi preso em Manaus na tarde de sábado (6) em uma casa no bairro Cidade Nova, Zona Norte, em cumprimento a um mandado de prisão, suspeito de abusar sexualmente das duas filhas, de 12 e 17 anos. Com uma das meninas ele teve dois filhos. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca).

De acordo com a titular da Depca, Linda Glaucia, o caso foi denunciado pela filha mais velha do ferreiro, uma jovem de 20 anos, no último dia 29 de junho. O mandado de prisão foi expedido pelo plantão criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas na sexta (5).

Durante quatro anos ele abusou da filha adolescente. Segundo informações da polícia, as meninas eram mantidas presas e não podiam sair de casa para ir à escola.

A delegada vai pedir a coleta de material para exame de DNA para comprovar a materialidade do crime e a paternidade das crianças.

O homem foi autuado pelos crimes de estupro de vulnerável, cárcere privado e abandono intelectual.

Pastor alicia criança



A delegacia especializada registrou ainda na noite deste domingo (7) a prisão do pastor Pedro Orlando Picanço de Souza, 55 anos. Ele foi preso em flagrante delito, por praticar atos libidinosos contra uma menina de oito anos.

De acordo com a polícia, após um culto a criança que estava acompanhada da babá, foi até lanchonete da igreja, localizada no conjunto Arthur , bairro Jorge Teixeira 4, quando sujou a mão. Ela foi acompanhada pelo pastor até uma pia e quando estava lavando as mãos, Orlando passou a mão em suas partes intimas.

Após o ocorrido, o pastor ainda chamou a criança para ir até a sua casa alegando que tinha uma coleção de DVDs do seriado ‘Chaves’.

Ao chega à residência, ele pediu que a menina fosse até a janela e praticou o mesmo ato.

A criança saiu correndo e avisou a mãe sobre o que tinha acontecido. A polícia foi acionada e o pastor foi preso em flagrante.

Em depoimento, ele disse que conhecia a criança há quatro anos e sabia que ela gosta de ‘Chaves’, mas negou ter cometido o ato.

O pastor vai responder pelo crime de estupro de vulnerável.

 

 


Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.