Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
VIVER É RECORDAR

Relembrando o passado: alegorias de mão retornam em desfile da Reino Unido

Segundo o diretor de harmonia da verde e branca, Juvenal Filho, a volta das alegorias de mão é uma das inovações da agremiação na busca pelo tetracampeonato



reino_alegorias_CAF0E86A-E73E-4EB9-B055-85A945936C56.JPG Foto: Sandro Pereira
03/03/2019 às 02:57

Após anos em desuso no Carnaval de Manaus, a Reino Unido da Liberdade voltou a trazer para a Avenida as alegorias de mão, utilizadas pelos brincantes da agremiação durante o desfile deste domingo (3). Bonecos gigantes, bastões decorados conforme o significado das alas, arcos e falsos tambores estavam entre as alegorias carregadas pelos componentes da escola.

Quinta escola a se apresentar nesta noite, a verde e branca do Morro da Liberdade vem com o enredo “Tambores, Crença e Costumes Afro-brasileiros - A Benção Mãe Zulmira”. Com o tema, a agremiação 12 vezes campeã do Carnaval manauara aproveita para celebrar os 30 anos de seu primeiro título, conquistado em 1989, quando trouxe o enredo “Mãe Zulmira, o Amanhecer de Uma Raça”.

Segundo o diretor de harmonia da escola, Juvenal Filho, a volta das alegorias de mão é uma das inovações da agremiação na busca pelo tetracampeonato consecutivo do Grupo Especial. “Nós estamos voltando com isso pra ver se a escola cresce em termos de fantasia”, explica.

Com 4.500 componentes, a Reino Unido é a escola que tem o maior número de foliões para o desfile do Grupo Especial. Os brincantes estão distribuídos em 23 alas e a agremiação vem com três carros alegóricos e um tripé trazendo a comissão de frente.

Para o diretor de harmonia da Verde e Branca, a Reino Unido é a escola a ser batida no Carnaval deste ano.

“Nós nos preparamos desde setembro. Deixamos nossos carros e fantasias prontos a quinze dias do desfile. Somos os atuais tricampeões e a responsabilidade é maior, nós somos a escola a ser batida. Trinta anos depois de nosso primeiro título, nada mais justo que essa homenagem”, afirma Juvenal.

Ficha técnica

Escola: Reino Unido da Liberdade

Enredo: "Tambores, Crença e Costumes Afro-brasileiros - A Bênção Mãe Zulmira"

Fundação: 5 de setembro de 1981

Componentes: 4.500

Entrada na avenida: 1h52

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.