Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
VÍDEO

Representatividade # 3 - Mendes Auá: muito além do 'ele' e 'ela'

Primeira temporada da série 'Representatividade', lançada pelo Portal A Crítica, debate ao longo do mês sobre gênero e sexualidade. Terceiro episódio, publicado nesta quarta-feira (25), fala sobre não-binariedade



25/09/2019 às 19:57

Identidade de gênero corresponde à forma como uma pessoa se sente, independente do sexo biológico de nascimento. A questão, entretanto, não trata apenas do reconhecimento como sendo homem ou mulher. Há uma identidade que vai além do "preto no branco": são os não-binários, pessoas que não se encaixam nos padrões estabelecidos do que é ser um ou outro.

Em Manaus, não se identificar em nenhum dos "polos" é realidade vivida por Mendes Auá, que faz das artes plásticas um espaço para vivenciar o ser - seja ele verbo ou substantivo. O reconhecimento do gênero neutro é o assunto abordado nesta semana pela série "Representatividade", lançada pelo Portal A Crítica neste mês.



Veja outros episódios da série

Representatividade # 1 - Sob as lentes de Noa: homem, fotógrafo e trans

Representatividade #2 - Diana Brasilis: 'transgredir' para existir

Não façamos confusão

Combater a intolerância passa pelo conhecimento e está tudo bem ficar um pouco perdido já que as discussões sobre gênero são relativamente recentes - o termo começou a ser usado com mais frequência nos anos 80, no contexto de lutas do movimento feminista.

Transgênero é um conceito que abrange todas as pessoas que não se identificam com o gênero que lhes foi designado ao nascer, como é o caso dos não-binários.

Na comunidade trans é possível encontrar ainda identidades como "transexual" e "travesti", mas nem toda pessoa transgênero se sente confortável em ser tratada por estes nomes. Na dúvida e, se houver necessidade, pergunte como a pessoa se reconhece.

Outra questão: em algum momento, pode ser que gênero e sexualidade andem juntos, mas isso não é uma regra. Orientação sexual (hétero, homo, bi, etc) diz respeito apenas a como se caracteriza o desejo sexual de uma pessoa. Nesse sentido, por exemplo, um homem trans como Thammy Miranda, pode, sim, ser heterossexual, já que expressa desejo por mulheres - e não mais se reconhece como uma.

Vale lembrar que as definições são úteis não para classificar pessoas, distribuir papeis ou ser usada como forma de oprimir, mas são importantes por questões de empoderamento e respeito às diferenças.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.