Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Manaus

Reserva Ducke concentra quase 100 espécies de uma mesma família de árvores e arbustos

Um grupo de 20 cientistas do Brasil e do exterior participam a partir desta segunda-feira de um evento para discutir pesquisas sobre a Sapotacea



1.jpg Floresta da Reserva Adolpho Ducke é rica em diversidade biológica
03/02/2012 às 17:14

A Reserva Florestal Adolpho Ducke, em Manaus, possui a maior quantidade de espécies da família Sapotacea, grupo comum em áreas tropicais, conhecida no mundo. A estimativa é que existam na extensão de 10 mil hectares da reserva quase 100 espécies.

São desde flores, frutos comestíveis a espécies que podem ser utilizados para retirada de madeireira, como é o caso do abiu, caramuri, sapoti e maçaramduba, explica o botânico Michael Hopkins, coordenador da 3ª Reunião Internacional de Pesquisadores em Sapotaceae, que acontece entre os próximos dias 6 e 14 em Manaus.



Hopkins explicou que o encontro é uma oportunidade para que os cientistas conheçam os trabalhos que vêm desenvolvendo junto às espécies da família Sapotacea.

Vinte pesquisadores estarão reunidos no evento, que acontece na própria Reserva Ducke.

O evento, que teve seu início na Costa Rica em 2006, reúne pesquisadores brasileiros e de vários países como:Escócia, Suécia, Suíça e Estados Unidos da América (EUA) e tem o intuito de trocar e disseminar informações valiosas do campo da Botânica.

Os convidados terão a oportunidade de visitar árvores vivas destas espécies. De 10 a 12 de fevereiro será realizada uma excursão de barco para apresentação de outros tipos de florestas e da natureza da região de Manaus.

A Reunião tem o apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.