Publicidade
Manaus
Prestação de serviço

Reunião define gratuidade no transporte coletivo no domingo de eleição, em Manaus

De acordo com o SMTU, as 10 empresas do transporte coletivo vão operar como em dias úteis, pondo nas ruas 1,4 mil ônibus e 60 fiscais da Superintendência estarão  espalhados pelos terminais de ônibus 30/09/2016 às 17:40
Show reuni o0333
A reunião contou com a presença de representantes do TRE, SMTU, Manaustrans e Eletrobras Amazonas Energia
Kelly Melo Manaus

Diretoria Geral do Tribunal Regional do Eleitoral (TRE-AM) reuniu na tarde desta sexta-feira (30) com os representantes da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito  (Manaustrans) e Eletrobras Amazonas Energia para garantir aos eleitores a prestação  de serviços como gratuidade no transporte coletivo, fluidez no trânsito e o abastecimento de energia.

De acordo com o superintendente da SMTU, Thiago Balbi, as 10 empresas do transporte coletivo vão operar como em dias úteis, pondo nas ruas 1,4 mil ônibus e 60 fiscais da Superintendência estarão  espalhados pelos terminais de ônibus. "Vale destacar que a gratuidade vale apenas para o transporte convencional. Sendo assim, os alternativos e executivos vão  funcionar normalmente".  A gratuidade será oferecida  das 4h às 19h de domingo.

Apesar de a frota estar reforçada no dia do pleito, a SMTU acredita que a demanda não  será tão intensa vista que com o recadastramento biométrico dos eleitores, apenas 5% deles não moram nos seus respectivos locais de votação.

No trânsito, o Manaustrans também  acredita que a operação  não  terá percalços. O diretor-presidente do Manaustrans, Eudes Albuquerque, informou que 315 agentes estarão empenhados na operação e vão  se concentrar principalmente nas proximidades dos colégios eleitorais e do TRE, no Aleixo, na Zona Centro-Sul,  para evitar estacionamento irregular e outras infrações de trânsito.                        

A Eletrobras Amazonas Energia também divulgou que vai reforçar  o contingente de servidores durante o pleito em Manaus e no interior do Estado. Segundo Paulo Maciel, diretor de operações da concessionária, cerca de 180 equipes estarão  de plantão em todo o Amazonas para atender qualquer intercorrência que afete o abastecimento de energia elétrica. “Serão mais de 400 servidores em alerta para atender qualquer ocorrência em todo o Estado. Mas acreditamos que não teremos nenhum problema”, afirmou Maciel.

Publicidade
Publicidade