Publicidade
Manaus
Manaus

Réus do ‘Caso Fred’ vão a júri nesta sexta-feira (18)

Adiado por duas vezes, previsão é que o julgamento termine somente no sábado por causa do volume do processo 15/10/2013 às 18:52
Show 1
O crime ocorreu no dia 10 de junho de 2001, no cruzamento das ruas Ramos Ferreira e Duque de Caxias, no Centro de Manaus
Joana Queiroz Manaus, AM

A 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus vai julgar, a partir de sexta-feira (18), o processo que tem como réus o empresário Waldemarino Damasceno, sua mulher Terezinha de Jesus Rocha, os soldados da Polícia Militar Ronaldo da Silva, Olavo Paixão e Claudiney da Silva Feitoza.  O caso que ganhou repercussão na no Estado e ficou conhecido como “Caso Fred”  é a terceira vez que vai à pauta de julgamento. “Espero que não haja nenhum incidente que obrigue o cancelamento”, disse o promotor de Justiça  que vai atuar no caso Ednaldo Medeiros.

Os cinco réus são acusados de tramar e executar o assassinato do técnico agrícola Fred Fernandes e tentativa de homicídio contra Maria da Conceição dos Santos Silva e Adonis dos Santos Silva, esposa e filho de Fernandes. O crime ocorreu no dia 10 de junho de 2001, no cruzamento das ruas Ramos Ferreira e Duque de Caxias, no Centro.

A previsão do juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Anésio Pinheiro, é que o julgamento dure dois dias.  Segundo ele, o processo tem 12 volumes, cinco réus e cada um deles pode apresentar cinco testemunhas, além das cinco arroladas pela acusação. Se todas comparecerem, serão 30. Além do mais, serão  duas horas e meia de debate entre defesa e acusação.

Para que o julgamento aconteça dentro da normalidade, o juiz Anésio já tomou algumas providências. Ele solicitou reforço na segurança do fórum Henoch Reis, fez  reserva de hotel para oficiais de Justiça e jurados, assim como a reserva de uma van para  transportá-los.   O magistrado disse que a estrutura é necessária para garantir o bom andamento dos trabalhos  já que a previsão para a duração do julgamento é de, no mínimo, dois dias.

Leia mais na edição do Jornal A Crítica desta quarta-feira (16)



Publicidade
Publicidade