Publicidade
Manaus
Manaus

Revitalização do bairro Jorge Teixeira é aprovada por moradores

Moradores da 3ª etapa do bairro comemoram obras de recapeamento realizadas  pela PMM em 45 ruas 27/10/2014 às 21:17
Show 1
O fim da ‘buraqueira’ nas ruas da 3ª etapa do Jorge Teixeira que já receberam as obras foi comemorado pelos moradores
jéssica vasconcelos ---

A revitalização de 45 ruas da 3ª etapa do bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste, tem agradado os moradores, que ainda lembram das vias esburacadas, sem calçadas e dos alagamentos por falta de escoamento, que até pouco tempo faziam parte da realidade de quem mora no local.

O industriário Marcos Ribeiro da Silva, 33, que há dois anos reside no Jorge Teixeira, conta que  a mudança é comemorada por todos. De acordo com Marcos, o fato das ruas serem esburacadas causou diversos prejuízos aos moradores, que constantemente precisavam fazer obras para que a residência não fosse alagada em dias de chuva. “Eu mesmo tive que aumentar a calçada da minha casa duas vezes devido às alagações. Além disso, quem tem carro sempre precisava trocar peças devido aos buracos”, explicou Marcos.

Ainda de acordo com Marcos, o ideal é que as obras avancem para outros bairros, pois assim como no Jorge Teixeira, outros locais sofrem com a falta de infraestrutura. “Eu morei anos no Coroado e lá a situação é bem parecida em relação a ruas esburacadas”, disse o industriário.

Calçadas

Marcos lembra que as calçadas novas vão facilitar a locomoção de pessoas com deficiência, que antes precisavam ficar desviando dos buracos para não sofrer um acidente.

A rua Peixe-Boi, onde a Prefeitura de Manaus ainda trabalha nas obras de revitalização, os moradores dizem que o cenário  é o mesmo das outras ruas, antes do início da reforma.

O comerciante Raimundo Oliveira, 67, que mora no bairro há 24 anos, lembra que as obras melhoraram bastante a infraestrutura do bairro Jorge Teixeira, porém ele ressalta que o trabalho precisa ser ampliado e concluído, pois a rua Peixe Cachorro foi asfaltada, mas as calçadas continuam do mesmo jeito. “Acho que eles deveriam voltar e concluir o trabalho, porque choveu na última semana e o trecho que fica em frente ao meu comércio ficou parecendo uma piscina”, disse Raimundo.

Ambulantes

Para os moradores, outro ponto que precisa receber atenção especial da prefeitura depois que as obras forem concluídas é a ocupação dos espaços por ambulantes. De acordo com eles, a invasão de espaços públicos é uma prática comum, também, na Zona Leste. Calçadas, sarjetas e até ruas são ocupadas por ambulantes e bancas de lanche ou pequenos comércios.

Um exemplo de via onde a ocupação irregular de calçadas precisa ser coibida, segundo o industriário Márcos Ribeiro, é a rua do Fuxico, onde estabelecimentos comerciais usam o espaço público para expor produtos de forma irregular.

“Espero que não aconteça como na Djalma Batista, que está tomada por camelôs. No Jorge Teixeira temos o exemplo da rua do Fuxico, onde ninguém consegue andar porque as lojas colocam as mercadorias na calçada”, acrescentou Marcos.

Esgoto

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf),  com 99% das obras nas redes principais já executadas, até dezembro, o Jorge Teixeira 3ª Etapa terá uma rede de esgoto nas 45 ruas, por meio do Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis). A meta do programa é implantar  22 mil metros até o final deste ano.

 ETE

 O bairro terá ainda uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), orçada em mais de R$ 7 milhões, com capacidade para atender toda a  população. Com as obras avançadas, a estação está  em fase final.

Publicidade
Publicidade