Publicidade
Manaus
SEGURANÇA

'Rocam Moto' deve iniciar policiamento em Manaus ainda neste primeiro semestre

Grupamento terá 60 policiais e vai atuar em áreas comerciais como Centro, Vieiralves e Parque 10 e também nos corredores de ônibus da cidade 22/02/2019 às 18:18
Show rocam a102cb80 4fb8 4257 9ed5 bade85c96aab
Dante Graça Manaus

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) deve colocar em prática, ainda neste primeiro semestre, um batalhão de policiamento ostensivo em motocicletas. Batizado de 'Rocam Moto', o grupamento será composto por 60 policiais.

A informação foi repassada pelo secretário da Pasta, coronel Louismar Bonates, em entrevista ao Portal A Crítica transmitida ao vivo pelo Facebook. De acordo com o secretário, o processo licitatório já está na Comissão Geral de Licitação (CGL) e a expectativa é de que os trabalhos possam ser iniciados dentro de dois meses.

"Hoje o infrator vai ali, faz um roubo numa parada de ônibus, num estabelecimento comercial, e o policial não consegue chegar por conta do trânsito. Então esse grupo vai trabalhar nessas áreas onde a mobilidade de viaturas é inviável", detalhou coronel Bonates, destacando que a atuação se dará, principalmente, em áreas comerciais como o Centro de Manaus, Parque 10 e Vieiralves.

Além desses bairros, o secretário destacou que a 'Rocam Moto' vai atuar também nos corredores de ônibus, no intuito de coibir os constantes assaltos em coletivos. Em 2018, de janeiro a novembro, foram 2397 ocorrências, conforme dados do Sinetram. "Nossa intenção é deter essas pessoas que estão incomodando a população e praticando roubos e furtos nos ônibus".

De acordo com o secretário, a licitação será para o aluguel das viaturas usadas no projeto. "Quando alugamos, a empresa já tem um percentual de reserva. Se quebrar a moto do policial, já tem outra de imediato para substituir. Se as motos fossem do governo, seria preciso fazer licitação para consertar, comprar peça...a demora é muito grande e a população não pode ficar esperando".

Os policiais que irão compor o batalhão, segundo o secretário, já estão sendo treinados para colocar o novo projeto em prática assim que as motos estiverem disponíveis para a Polícia Militar.

Publicidade
Publicidade