Publicidade
Manaus
TRANSPORTE COLETIVO

Rodoviários ameaçam paralisar 70% da frota de ônibus na próxima terça-feira (10)

Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, os trabalhadores estão sem data certa para receber o salário, o pagamento do vale e do lanche 05/07/2018 às 16:37 - Atualizado em 05/07/2018 às 16:47
Show rodovi rios
Foto: Arquivo AC
Silane Souza Manaus (AM)

Os rodoviários ameaçam tomar uma decisão idêntica à que ocorreu entre os dias 27 de maio a 04 de junho deste ano quando pararam 100% da frota de ônibus em Manaus, por sete dias consecutivos. Entre os motivos para tal medida está o atraso de salário e de pagamento do vale.

Em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (05), o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Givancir de Oliveira, disse que se tudo não for regularizado até a próxima segunda-feira (09), pelo menos 70% da frota vai parar na terça-feira (10).

De acordo com o sindicalista, os trabalhadores estão sem data certa para receber o salário, o pagamento do vale e do lanche. Além disso, também não recebem a cesta básica e o plano de saúde está na iminência de ser cortado. E ainda há o problema de excessos de justa causa e de férias vencidas. 

“O que nós queremos é que o prefeito possa intermediar as negociações porque os empresários estão irredutíveis. Eles estão sucateado o transporte coletivo para depois abrir falência e a prefeitura não está tentando para isso. Os prejuízos serão ainda maiores”, disse Givancir.

A equipe de reportagem entrou em contato com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) que informou não ter sido notificado pelo Sindicato dos Rodoviários sobre a possível paralisação.

Publicidade
Publicidade