Sábado, 20 de Abril de 2019
publicidade
a_ai__nibus_79C840D5-234E-4DED-B2E9-A3457426AE17.JPG
publicidade
publicidade

REIVINDICAÇÕES

Rodoviários de duas empresas voltam a paralisar atividades em Manaus

O Sindicato dos Rodoviários ameaçou uma paralisação geral, caso não chegue a um acordo com as empresas até às 11h de hoje. A categoria reivindica o pagamento do 13º salário e o vale


21/12/2018 às 07:19

Rodoviários de duas empresas de transporte público voltaram a paralisar as atividades na manhã desta sexta-feira (21), em Manaus. Ontem (20), motoristas e cobradores suspenderam os serviços em forma de protesto por não terem recebido o 13º salário e o vale.

A assessoria de imprensa do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que os funcionários da empresa Líder pararam as atividades na manhã de hoje, mas por volta das 7h, já tinham começado a sair da garagem.

Segundo o Sinetram, a frota de ônibus não saiu completa na empresa Açaí. Até o momento, o órgão não informou quantos usuários foram prejudicados com a paralisação.

Procurado pela reportagem, o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Manaus (STTR), Josildo de Oliveira, afirmou que os sindicalistas não estão conseguindo segurar a categoria.  

"Parou a empresa que opera no Viver Melhor, a Açaí. Trabalhadores também pararam na Líder, mas voltaram a trabalhar. Essas paralisações são protestos pela falta de pagamento do 13º e o vale. Fizeram um acordo conosco que pagariam no último dia 20, mas não cumpriram com o planejado. Os trabalhadores não querem trabalhar. Está insustentável de segurar a categoria", destacou Josildo.

O sindicalista também informou que uma paralisação geral pode ser deflagrada por volta das 11h desta sexta-feira (21), caso o sindicato não chegue a um acordo com as empresas de transporte público de Manaus.

"Estamos tentando resolver essa situação hoje, porque fica quase impossível continuar. Todos estão com os nervos à flor da pele. Continuamos no aguardo de sermos convocados para uma reunião com as empresas, porque caso não nos chamem, vamos parar às 11h", ameaçou.

Audiência

Em audiência pública no Ministério Público do Trabalho, no último dia 5, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amazonas (Sinetram) havia se comprometido a pagar o 13º salário dos funcionários integralmente até esta quinta-feira. A reunião no órgão foi feita após o STTRM anunciar uma greve por conta de problemas no plano de saúde da categoria, entre outros motivos.

publicidade
publicidade
Ônibus da linha 315 pega fogo e precisa ser evacuado dentro do T1 em Manaus
Asfalto cede e pneu de ônibus fica preso em buraco de rua no Aleixo
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.