Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Manaus

Sai em agosto, edital do concurso público da Defensoria Pública do Amazonas

Serão 71 vagas para defensores de quarta classe que irão atuar nas comarcas do interior e dobrar o quadro da instituição. A remuneração total oferecida será de R$ 17 mil



1.jpg Certame anulado em 2011 por indício de fraude, será refeito pela instituição
27/06/2012 às 08:20

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas planeja lançar dentro de 45 dias o edital para o concurso público da instituição que oferecerá 71 vagas para defensor de quarta classe, sendo 35 para nomeação imediata, até novembro. O restante deverá ser chamado de acordo com a disponibilidade orçamentária e financeira do órgão.

Eles serão deslocados para o interior, onde atuarão nos fóruns da Justiça Estadual. A remuneração total oferecida será de R$ 17 mil, já incluindo auxílio-moradia.



As informações são do defensor chefe, Ricardo Trindade, ao ressaltar que o quadro de defensores deverá dobrar com a admissão de novos profissionais, uma vez que outros serão aposentados. “Estaremos no final dobrando nosso quadro. O edital está previsto para agosto. Demoramos porque havia outras demandas na defensoria, como aprovação do regulamento e estudo de impacto financeiro. O importante é que o concurso deverá ser realizado e concluído ainda este ano”.

 De acordo com Trindade, a escolha da empresa que fará a seleção será criteriosa para que não se repitam os erros do concurso passado, anulado por indícios de fraude e investigado pelo Ministério Público do Estado (MPE). “Com certeza deverá ser uma empresa renomada nacionalmente para que não venhamos a ter qualquer tipo de problema”.

Atualmente, a DPEAM possui 49 defensores, sendo 45 no exercício da função, ou a metade do que o Estado necessita. “Com a vinda desses novos defensores, pretendemos ver minimizados esse problema que temos hoje por conta do nosso quadro extremamente reduzido. O interior está todo abandonado em termos de assistência jurídica. Temos apenas uma defensora em Presidente Figueiredo”, informou o defensor chefe.

Concurso prorrogado

Candidatos interessados em participar do concurso público da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) terão até o dia 16 de julho para efetuarem sua inscrição. O certame irá selecionar 103 professores para o quadro efetivo da Universidade. Os profissionais devem possuir especialização, mestrado ou doutorado, de acordo com o previsto em cada edital. Todos os aprovados irão trabalhar na cidade de Manaus. Os salários iniciais variam de R$ 4.536 a R$ 7.800.

As inscrições devem ser realizadas pelo candidato, ou por meio de procuração, de segunda à sexta-feira, em quatro endereços na capital amazonense.

Os editais e informações sobre os locais de inscrição estão disponíveis no site uea.edu.br e a taxa de inscrição é de R$ 200 para professor auxiliar (especialista), R$ 220 para professor assistente (mestre) e R$ 250 para professor adjunto (doutor).

 

 

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.