Publicidade
Manaus
Manaus

Saída de Natal colocará 60 detentos em liberdade em Manaus nesta quarta-feira (23)

Eles cumprem pena no regime semi-aberto e poderão passar Natal com as famílias. SSP espera aumento da criminalidade 22/12/2015 às 18:24
Show 1
Saída de presos preocupa autoridades do sistema de Segurança
Joana Queiroz Manaus (AM)

A saída temporária de pelo menos 60 presos nesse Natal é motivo de preocupação para as autoridades de segurança. De acordo com o comandante do Comando Metropolitano de Manaus (CMM) Franclides Ribeiro, todos os anos há um aumento da criminalidade é, portanto, exige-se que seja feito um acompanhamento para evitar o aumento da sensação de insegurança nessa época.

A saída dos encarcerados está marcada para acontecer a partir das 6h de amanhã, com  retorno às 18h do dia 1 de janeiro, mas tem gente que marcou para voltar antes, no dia 26. Presidente do Conselho Penitenciário, o desembargador Sabino Marques disse que a saída temporária é um direito dos internos que estão cumprindo pena no regime semi-aberto.

O Secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, disse que, assim que os internos saírem do presídio, a polícia vai para as ruas. “Porque a gente sabe que boa parte deles sai para cometer crimes. É a constatação”, disse o secretário. Para Fontes o ideal seria que todos os internos nas saídas temporárias usassem a tornozeleira eletrônica para facilitar o monitoramento deles.

Entre os que vão passar o Natal em casa com a família está o assaltante e pistoleiro Alan da Silva Queiroz. Ele vai sair amanhã e voltará  no dia 27. Alan  responde por dois homicídios e um assalto e está ligado ao  comandado da facção criminosa Família do Norte (FDN). Um outro criminosos de alta periculosidade que vai para as ruas é o ajudante de caminhão Renê Barbosa de Souza Junior, 29, o “Neoroy”.

Neoroy é um dos quatro homens condenados a 38 anos de prisão pela morte da estudante Sabrina Katrine do Nascimento, que na época tinha 14 anos de idade. A adolescente foi estuprada e assassinada de maneira cruel, dentro de casa, no loteamento Castanheiras, bairro Zumbi, Zona Leste. O crime ocorreu em outubro de 1999 e chocou a cidade. O criminoso mora no conjunto Castanheiras, na Zona Leste, e vai sair amanhã e retornará no dia 26.

O assaltante Magno Rafael Assunção também guardou a saída provisória para passar o Natal em casa na comunidade Mundo Novo, na Zona Norte. Ele vai sair no dia 24 e voltar no dia 26. Ele é acusado conhecido como assaltante de alta periculosidade e violento.

Advertência

O desembargador Sabino Marques  disse que a maioria dos presos  aproveita o benefício da saída temporária para usar nas festas do final do ano – Natal e Ano Novo – para passar com a família, embora se saiba  que boa parte destes não retornam. “É uma situação que complica a situação do apenado, porque ele caiu numa falta grave, regride e vai para o fechado”, disse Marques.

 Consequência

Quando os dias para o beneficiário da saída temporária ultrapassam 15 e ele não retorna, a Justiça expede um  mandado de prisão e ordena a regressão dele para o regime fechado de prisão.

Publicidade
Publicidade