Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Manaus

Sambódromo continua interditado faltando 9 dias para desfiles de escolas de samba

A decisão da Justiça em interditar o Centro de Convenções, o 'Sambódromo' foi baseada em situações de risco verificadas pelo MPE desde 2012



1.jpg Problemas apontados pelo MPE ainda não foram corrigidos pelo governo
21/02/2014 às 10:20

A nove dias do desfile das escolas de samba de Manaus, o Centro de Convenções, o “Sambódromo” continua, judicialmente, interditado. Na última terça-feira, o juiz de Direito Ronnie Frank Torres Stone, da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual, determinou que o local continuasse interditado para a realização de eventos com grande concentração de público, incluindo o Carnaval.

A decisão da Justiça em interditar o Sambódromo foi baseada em situações de risco verificadas pelo Ministério Público Estadual (MPE) desde 2012, dentre elas, falta de segurança e de prevenção de incêndio; ausência de auto de vistoria do Corpo de Bombeiros; o sistema de hidrante antigo, necessitando de reparos e perfurações na tubulação.



Informação

Sem qualquer informação oficial da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), equipes continuavam o trabalho de recuperação da estrutura física das arquibancadas, espaços inferiores e da pista de desfile. Uma força-tarefa se dividia entre a limpeza das arquibancadas, recuperação de trechos com problemas de infiltrações, recuperação de parte do piso e de algumas grades danificadas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.