Publicidade
Manaus
Manaus

Sargento do exército é executado em Manaus

Uma das testemunhas, que preferiu não se identificar, revelou que pelo que viu na hora do crime, a dupla conhecia a vítima e estava seguindo o militar 14/06/2013 às 08:15
Show 1
Uma das testemunhas, que preferiu não se identificar, revelou que pelo que viu na hora do crime, a dupla conhecia a vítima e estava seguindo o militar
Bruna Souza Manaus, AM

O sargento aposentado do Exército Brasileiro, Luis Mota de Freitas, de 43 anos, foi executado com nove tiros na noite de quinta-feira (13), por volta das 19h30, na rua 8, no bairro União da Vitória, na Zona Norte de Manaus. A polícia trabalha com duas linhas de investigação: acerto de contas e latrocínio. A vítima serviu a força militar no município de Tabatinga, localizado a 1.105 quilômetros da capital amazonense.

De acordo com testemunhas, dois homens não identificados seguiam o carro do militar, modelo Palio, de cor cinza e placas NOK-9780. Luis Mota conversou com a dupla após estacionar na via pública. Os homens discutiram com ele e atiraram. Um dos tiros atingiu a cabeça do militar que não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

Segundo a polícia, no carro foram encontrados todos os documentos da vítima e uma importância em dinheiro, que não foi revelada, no bolso do militar. O policial informou que a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) está praticamente descartada, tendo em vista os indícios do episódio.


Uma das testemunhas, que preferiu não se identificar, revelou que pelo que viu na hora do crime, a dupla conhecia a vítima e estava seguindo o militar. Após o crime, a dupla pegou outro carro que os esperava na esquina da rua.

O corpo de Luis foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e o carro levado ao pátio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que investiga o caso. 

#Colaborou a repórter Katiana Pontes

Publicidade
Publicidade