Publicidade
Manaus
Manaus

Seap intercepta carta de extorsão de 'Salsicha' direcionada a Marcelaine Schumann

O bilhete foi encontrado durante uma revista dentro da cela de “Salsicha”, autor dos disparos contra a empresária Denise Almeida da Silva. O crime teria sido encomendado por Marcelaine ao valor de R$ 7 mil 14/12/2015 às 20:19
Show 1
Marcelaine ficou de pagar ao grupo R$ 7 mil, mas só deu R$ 2 mil
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um bilhete contendo ameaças e um plano de extorsão contra a socialite Marcelaine dos Santos Schumann, 36, foi encontrado no interior da cela de Rafael Leal dos Santos, o “Salsicha”. Rafael é o autor dos disparos que atingiu a estudante de direito e empresária Denise Almeida da Silva, 35, no estacionamento de uma academia, no Centro de Manaus, no dia 12 de novembro de 2014.

O bilhete foi encontrado há, pelo menos, 15 dias e a informação foi confirmada, na última segunda-feira (14), pelo secretário de Administração Penitenciária (Seap), Pedro Florêncio. De acordo com ele, o objeto de papel foi encontrado, após uma revista dentro da cela de Rafael, que está preso no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro 8, da rodovia federal BR-174 (Manaus Boa Vista). No papel continha um plano para extorquir Marcelaine. 

“Foi encontrado durante uma revista de rotina, preventiva, que fazemos sempre e depois encaminhado para o nosso departamento de inteligência que, logo em seguida, enviou para a Polícia Civil”, explicou Florêncio.

Segundo o secretário da Seap, o bilhete seria enviado para outra presidiária de nome não revelado, que estaria no Centro de Detenção Feminina (CDPF), onde Marcelaine está presa e aguardando julgamento.

“O bilhete encontrado na cela do Rafael se trata de uma tentativa de extorsão contra a Marcelaine. Nele, Salsicha combina com outra presa esse plano”, revelou. O objeto foi apreendido e encaminhado para o delegado Ivo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), conforme afirmou o juiz Mauro Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri, que teve conhecimento por meio do delegado Ivo Martins.

Sigilo

De acordo com Antony, o teor do bilhete não pode ser divulgado, mas revelou que o conteúdo é possivelmente uma ameaça contra a Marcelaine. “Realmente foi confirmado esse bilhete e eu já mandei abrir vistas para a defesa, inclusive também solicitei exame grafotécnico para ver se realmente é a letra dele mesmo que está no papel”, explicou o juiz.

Conforme o magistrado, a nova peça encontrada na cela de Rafael já foi inserida nos autos do processo que envolve a socialite Marcelaine. “Já mandei juntar nos autos e vamos aguardar”, finalizou.

Publicidade
Publicidade