Publicidade
Manaus
OPORTUNIDADES

Secretaria seleciona profissionais para trabalhar em abrigos de venezuelanos

As vagas são para coordenador, assistente social, psicólogo (a), antropólogo (a), tradutor (a) nível médio com fluência em espanhol e auxiliar administrativo 16/08/2018 às 18:48 - Atualizado em 16/08/2018 às 18:58
Show venezuelanos 8ce3d5c0 ece9 47a0 ab70 a0801532053f
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

O processo de credenciamento para a contratação de profissionais para atuarem como prestadores de serviço, em atendimento ao Plano de Ação Humanitária ao fluxo Migratório de Venezuelanos na Cidade de Manaus, foi publicado na edição desta quinta-feira (16) do Diário Oficial do Município (DOM). Os salários variam de R$ 1.250 a R$ 3.300.

O edital declara que a prestação do serviço não gerará qualquer vínculo empregatício e será pelo prazo de seis meses, com carga horária de 44 horas semanais. O total de 11 vagas são para coordenador, assistente social, psicólogo (a), antropólogo (a), tradutor (a) nível médio com fluência em espanhol e auxiliar administrativo.

Os aprovados irão atuar nas casas de acolhimento que atendem imigrantes venezuelanos na capital. O edital completo pode ser conferido no endereço eletrônico http://dom.manaus.am.gov.br/, edição 4.421.

Seleção

A escolha dos prestadores de serviço será por meio da análise e pontuação do currículo profissional. Não haverá pagamento de taxa de inscrição e o candidato não poderá se inscrever em mais de uma vaga.

O processo de seleção acontecerá em duas etapas, sendo uma análise documental e a outra, entrevista. Os tradutores deverão realizar entrevista em espanhol a fim de comprovar fluência no idioma.

“A ação visa atender às necessidades do Serviço de Acolhimento Institucional Provisório para Adultos e Famílias em Situação de Rua, considerando o crescente fluxo migratório causado pela instabilidade política, econômica e social que a Venezuela atravessa”, afirmou o secretário Dante Souza.

Como se inscrever

Para efetuar a inscrição os candidatos deverão apresentar as documentações solicitadas na sede da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), localizada na Avenida Ayrão, esquina com a Ferreira Pena, s/nº, CEP 69025-005, em envelope endereçado ao secretário Danízio Elias Souza, contendo: cópias da Carteira de Identidade; cópia do CPF; cópia do Comprovante de Residência; Título de Eleitor e comprovante da última votação; Certificado de Reservista (para os homens); Certificado de Conclusão de Nível Superior, acompanhado do respectivo histórico escolar, emitido por instituição devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); certificado de conclusão de Nível Médio, emitido por instituição devidamente reconhecida pelo MEC para os candidatos a tradutor e auxiliar administrativo; certificados aptos a comprovar as qualificações exigidas; comprovantes de experiências anteriores, inclusive no trabalho voltado a migrantes e refugiados, bem como unidades de acolhimento – a fim de comprovar as qualificações exigidas.

Também devem ser envidas cópias dos comprovantes de Títulos de Especialização, Mestrado, Doutorado ou Pós-Doutorado; outros certificados que estejam em consonância com a área de atuação constante no edital; e ser devidamente registrado em seu Conselho de Classe, quando houver.

Os documentos comprobatórios de cursos realizados no exterior somente serão considerados quando forem compatíveis com o exercício e atividades correspondentes ao cargo pleiteado, e mediante a sua tradução para a língua portuguesa por tradutor juramentado e devida revalidação por universidade oficiais credenciados pelo MEC.

Publicidade
Publicidade