Publicidade
Manaus
Manaus

Secretário de saúde anuncia abertura da UPA do bairro Campos Sales

Os equipamentos que serão instalados na unidade já foram adquiridos e serão instalados após a conclusão da obra e limpeza geral da unidade. 24/01/2013 às 16:53
Show 1
Para o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o atendimento terá melhorias
acritica.com* Manaus (AM)

O secretário estadual de saúde, Wilson Alecrim, anunciou, nesta quinta-feira (24), que o Governo do Estado irá inaugurar, ainda neste primeiro semestre, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Campos Sales. A obra está 95% concluída, faltando apenas os acabamentos e a conclusão da pintura. O secretário esteve no local, nesta quinta-feira (24), para acompanhar os trabalhos.

Segundo Alecrim, os equipamentos que serão instalados na unidade já foram adquiridos e serão instalados após a conclusão da obra e limpeza geral da unidade. “Os equipamentos médicos que serão instalados nesta unidade são altamente sensíveis, não podendo ficar expostos à poeira e, por isso, estão armazenados em local apropriado”, explicou.

O secretário disse que após a conclusão da obra os equipamentos serão imediatamente instalados e testados, para que a unidade possa entrar em funcionamento e atender a população. “Após essas duas últimas etapas a unidade será entregue para a população, pelo governador Omar Aziz”, afirmou. 

A UPA é uma unidade de urgência e emergência, que funciona 24h por dia. São estruturas de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde e os pronto-socorros. Oferecem atendimento médico, por exemplo, para os casos de febre alta, crise de hipertensão arterial, infarto, derrame, entre outros. Nas UPAs também são oferecidos os serviços de raio X, eletrocardiografia e exames laboratoriais.

Na unidade são oferecidas consultas de urgência e emergência nas áreas de clínica médica, cirúrgica e pediátrica e são disponibilizados 18 leitos de observação. A UPA do bairro Campos Sales contará com uma equipe de 280 servidores, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes administrativos, entre outros. A unidade terá capacidade para dar cobertura de atendimento a 500 mil pessoas.

O secretário explica que na UPA o atendimento será feito obedecendo ao critério da classificação de risco, seguindo orientação do Ministério da Saúde, através do qual o atendimento é organizado de acordo com a gravidade do caso e não apenas pela ordem de chegada do paciente à unidade de saúde.

A unidade integrará a rede estadual de saúde de urgência e emergência, formada por seis pronto-socorros, sendo três adultos e três para o atendimento exclusivo de criança, e nove Serviços de Pronto Atendimento (SPA´s).

*Com informações de assessoria

Publicidade
Publicidade