Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
EM BRASÍLIA

Secretário de Segurança do AM se reúne com ministro Sergio Moro nesta segunda (4)

Louismar Bonates participará da reunião em que Moro deve apresentar o novo Projeto de Lei Anticrime. Em seguida, Bonates se encontra com o ministro da Secretaria de Governo e o secretário nacional de Segurança Pública



Bonates_2A3A74ED-0D12-4BE3-96DE-EE086A5DA851.jpg Foto: Arquivo/AC
03/02/2019 às 21:55

O titular da Secretaria de Segurança Pública (SSP), coronel Louismar Bonates, vai representar o Amazonas na reunião que ocorre nesta segunda-feira (4) com governadores e secretários estaduais e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, em Brasília. Durante o encontro, Moro apresentará o novo Projeto de Lei Anticrime.

Bonates viajou à capital federal neste domingo (3). Após a reunião com Moro, o titular da SSP vai se encontrar com o ministro da Secretaria de Governo, General Santos Cruz, e com o secretário nacional de Segurança Pública, General Teophilo, para tratar sobre assuntos específicos do Amazonas, segundo informou a Secretaria de Estado de Comunicação (Secom).



O governador Wilson Lima (PSC) não participa do evento por conta de agenda previamente marcada em Manaus, e que inclui para esta terça-feira a leitura da mensagem anual na Assembleia Legislativa.

Projeto de Lei Anticrime

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, na reunião do ministro Moro com os representantes dos Estados serão apresentadas propostas de combate à corrupção, ao crime organizado e aos crimes violentos.

O texto será enviado ao Congresso Nacional para análise dos parlamentares nos próximos dias e faz parte das metas prioritárias dos cem dias de trabalho do governo federal.

Em vídeo publicado nas redes sociais do ministério, Moro afirmou que as medidas têm objetivo de combater ao mesmo tempo diversas modalidades criminosas.

"O crime organizado alimenta a corrupção, alimenta o crime violento, boa parte dos homicídios são relacionados, por exemplo,à disputa do tráfico de drogas, ou dívidas de drogas, e pelo lado da corrupção, esvazia os recursos públicos que são necessários para implementar essas políticas de segurança pública efetivas. Então, é um projeto simples, com medidas bastante objetivas, bem fáceis de serem explicadas ponto a ponto, para poder enfrentar esses três problemas", diz.

Por se tratar de matéria criminal, as medidas precisam da aprovação da Câmara dos Deputados e do Senado para entrarem em vigor.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.