Domingo, 18 de Agosto de 2019
Manaus

Secretários fiscalizam o Terminal Pesqueiro de Manaus

A visita foi para verificar como está o funcionamento depois da ocupação realizada pela federação de Pesca e colônia de pescadores



1.jpg Terminal Pesqueiro de Manaus
09/05/2013 às 12:10

O secretário municipal de governo, Humberto Michiles, esteve na manhã desta quinta-feira (09) no Terminal Pesqueiro de Manaus para verificar como está o funcionamento, depois da ocupação realizada pela federação de Pesca e colônia de pescadores.

Além do secretário de governo participou da inspeção o secretário de Empreendedorismo e Abastecimento, Jefferson Praia, o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Sabá Reis, o vereador Alonso Oliveira e o Presidente da Fepesca, Walzenir Falcão, que analisaram todo processo de desembarque de pescado e a forma de comercialização do mesmo.

Humberto elogiou a forma rápida como o Dnit tem realizado a limpeza no espaço onde se realiza o comercio de peixe, não deixando o acumulo de lixo. “Este é um ponto importante, mas temos que, daqui por diante, avançar em muitos outros aspectos”, disse.

Para o Dnit, a melhor forma de gerenciar o espaço é dividindo as responsabilidades, minimizando os problemas e encontrando possíveis soluções. “Nós estamos aqui para contribuir com o sucesso desse espaço”, salientou Sabá Reis.

O representante da Fepesca, que teve a iniciativa de mudança para a balsa pública, se mostrou bastante satisfeito, uma vez que o espaço é maior e tem como oferecer qualidade aos pescadores. “Estamos felizes com a mudança e a expectativa é de melhorar cada dia mais”, comentou Walzenir Falcão.

O vereador Alonso Oliveira ofereceu a Câmara Municipal para que sejam discutidos os assuntos de embarque e desembarque de pescado, quando for necessário. “Temos grande interesse em participar das discussões pertinentes ao terminal”.

A Sempab, que realiza um trabalho de conscientização na balsa através de distribuição de folhetos que orientam o pescador a não desperdiçar o pescado e nem joga-lo nas margens do rio, ainda colocou à disposição dos pescadores caminhões frigoríficos para transportar para outros bairros o peixe que não for comercializado na balsa e instalou um coletor e lixo para receber o peixe que estiver em condições de consumo.

As fiscalizações acontecem todos os dias pela Sempab, onde coloca a disposição cerca de 10 fiscais durante toda a madrugada.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.