Publicidade
Manaus
Inauguração TRT

Sede do TRT será instalada no centro de Manaus

Presidente do Tribunal da 11ª Região, desembargador Davi Mello, fala sobre possibilidade de novo concurso em 2014 19/06/2013 às 08:32
Show 1
Davi Mello afirma que é grande a chance de o TRT realizar um novo certame em 2014
Adan Garantizado Manaus

 O novo fórum trabalhista de Manaus será inaugurado oficialmente na próxima sexta-feira(22). Mas o prédio do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) 11ª Região (Amazonas e Roraima), localizado na esquina das ruas Ferreira Pena e  Silva Ramos (Centro, já está em pleno funcionamento.

Em conversa por telefone com A CRÍTICA, nessa terça-feira(18), o desembargador Davi Alves de Mello, presidente do TRT da 11ª Região, falou sobre os benefícios da mudança. O presidente comentou inclusive sobre a possibilidade de o órgão promover um novo concurso público em 2014. O último certame realizado pelo Tribunal aconteceu em janeiro de 2012.

“Não posso assegurar com toda certeza, mas há uma boa possibilidade de um novo concurso no ano que vem. Até porque o último concurso realizado pelo Tribunal está próximo de vencer”, contou Davi Mello. 

Sobre o novo prédio, o desembargador disse que a sede reúne todas as condições necessárias para um bom atendimento à população.

“Nosso antigo prédio, na Avenida Djalma Batista (Zona Centro-Sul), era muito acanhado. As condições de trabalho lá eram insalubres. A nova sede do TRT/11ª Região é moderna, adaptada a todas as nossas necessidades e bem equipada”, relatou o presidente do Tribunal.

Ainda de acordo com Mello, a localização no Centro da cidade não foi algo planejado. “Essa possibilidade surgiu, mas não escolhemos o novo local apenas por ser no Centro”, observou. Todas as 19 varas que integram o TRT da 11ª região estão funcionando no novo local.

Homenagem

A inauguração da sede também vai contar com a entrega das medalhas da Ordem do Mérito Judiciário do TRT. A solenidade não é realizada há cinco anos. Ao todo, 68 personalidades locais devem ser homenageadas com o título.

Entre os nomes que devem receber a medalha estão o ministro Lelio Bentes Corrêa, presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST); Arthur Neto, prefeito de Manaus; Amazonino Mendes, ex-prefeito de Manaus; e o desembargador Cláudio Brandão, recém-nomeado ministro do TST.

Publicidade
Publicidade